Filmes da Semana: noir, cinema iraniano e a luta antirracista


1. Meu Ofício é Matar (1954)
(drama, film-noir, suspense)


A poucas horas da chegada do Presidente dos Estados Unidos ao vilarejo californiano de Suddenly, o atirador maníaco e sádico John Baron toma como refém a família de Pop Benson, um agente aposentado do Serviço Secreto e o Xerife Tod Shaw. À medida que a chegada do trem do Presidente se aproxima, o suspense cresce até atingir um clímax surpreendente e profético à luz do assassinato do presidente Kennedy em 1963 e das tentativas de assassinato dos presidentes Ford (1975) e Reagan (1981).


Em Meu Ofício é Matar Frank Sinatra mostra que não é apenas um bom cantor, mas surpreende também na atuação. Com uma trama que se passa quase que completamente num único cenário, o filme consegue captar a atenção do espectador mesmo com os clichês de filmes do gênero. Apesar do patriotismo exagerado (um pouco típico nos filmes norte-americanos cinquentistas) tem bons diálogos e é uma obra que merece ser vista. Reza a lenda que o assassino de Kennedy se inspirou nesse filme. Para assistir online clique aqui

2. Selma: Uma Luta pela Igualdade (2015)
(drama)


Narra a luta histórica do dr. Martin Luther King Jr. para garantir o direito ao voto para os afro-americanos – uma campanha perigosa e apavorante que culminou na épica marcha de Selma a Montgomery, no Alabama, que galvanizou a opinião pública americana e persuadiu o presidente Johnson a apresentar a Lei do Direito ao Voto de 1965.


Selma é um filme que carrega consigo uma responsabilidade muito grande: retratar a lenda Martin Luther King. E o resultado que o filme nos entrega é muito satisfatório - Selma oferece um panorama interessante sobre a segregação racial nos EUA, além de um recorte específico sobre a cidade que protagonizou alguns embates marcantes para a história. É um filme impactante, necessário, com bons diálogos e atuações. Para assistir online clique aqui

3. Brumas (1942)
(drama, film-noir)


Depois de uma farra de bêbados no bar San Pablo, Bobo teme que ele possa ter matado alguém. Em sua incerteza, ele aceita um emprego em uma barcaça isolada. Naquela noite, ele resgata a adorável Anna de uma tentativa de suicídio e resolve instalá-la em seus aposentos. Mas há neblina na água e o mal surgindo...


Enquanto assistia Brumas, me peguei pensando que esse filme define muito bem o gênero noir. A obra é muito envolvente, tem uma atmosfera densa e o suspense intriga o espetador. Aos poucos as pistas sobre o assassinato vão sendo reveladas e há ainda um romance interessante de acompanhar. A fotografia é lindíssima e as locações casam perfeitamente com a obra. Para assistir online clique aqui.

4. Filhos do Paraíso (1997)
(drama)


Ali é um menino de 9 anos proveniente de uma família humilde e que vive com seus pais e sua irmã, Zahra. Um dia ele perde o único par de sapatos da irmã e, tentando evitar a bronca dos pais, passa a dividir seu próprio par de sapatos com ela, com ambos revezando-o. Enquanto isso, Ali treina para obter uma boa colocação em uma corrida que será realizada, pois precisa da quantia dada como prêmio para comprar um novo par de sapatos para a irmã.


Filhos do Paraíso é um drama iraniano super singelo, delicado e emocionante. A história é contada do ponto de vista de uma criança, e a partir desse ângulo vamos tendo uma visão geral sobre o país e a realidade em que as pessoas dali estão imersas. Filme realizado sem grandes recursos ou efeitos especiais, mas que encanta e emociona. Para assistir online clique aqui.

5. Stormy Weather (1943)
(musical)


Em sua casa, Bill conta a seus sobrinhos como começou sua carreira como bailarino. Assim, retorna aos anos nos quais licenciou-se como soldado da banda de seu regimento, no final da Primeira Guerra, de seus trabalhos humildes como garçom, e seus primeiros êxitos em números musicais. Filme integramente interpretado por atores negros, rodado durante a Segunda Guerra. A leve trama serve como uma perfeita armação para integrar luxuosos números musicais.


Stormy Weather é um deleite para os olhos e os ouvidos, filme super agradável de assistir, leve, cômico e com números musicais fantásticos. É protagonizado por Lena Horne, considerada uma das maiores pin-ups negras, que está absolutamente deslumbrante no filme. Uma obra que deveria ser mais conhecida. Para fazer o download clique aqui



Nenhum comentário:

Postar um comentário

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com