Cute Dresses in Rosegal!


Do you like cute dresses? Rosegal has a whole category dedicated to them! They are short dresses, classic or long, in different prints and models - one more beautiful than the other. I brought the three models from the image above just to give a small sample of what you find there. Who wants to know details about some, just click the links below:

1. Blue Dress $25,79
2. Floral Dress $13,77


And besides, there is a super summer promotion going on there - click here and check it out. Rosegal has also prepared a special discount coupon for blog readers: enter RGEN at the end of the purchase for more discounts.

OOTD: Vestido de Veludo


Há algumas semanas recebi esse vestido incrível da loja My Little Candy, parceira do blog há um certo tempo. A loja é especializada em peças de inspiração retrô e/ou alternativa, é nacional e as roupas tem o acabamento perfeito, são peças que realmente vemos a qualidade. Já publiquei um outfit anteriormente com saia estampada da loja - aqui

Esse vestido de veludo era uma peça desejo. Além do veludo preto por si só já ser maravilhoso, todo os detalhes da peça são muito interessantes pra mim - o comprimento midi, a cintura marcada, o decote fechado e os botões de pérola, fazendo uma combinação de retrô com gótico que muito me agrada. Me senti a Vanessa Ives (Penny Dreadful) com ela, hahaha. A peça ainda é bem quentinha, ótima para dias de outono/inverno, e fica linda com sobretudo por cima em dias bem frios. Como a temperatura estava mais amena no dia que usei, combinei apenas com uma meia-calça de bolinhas e sapato boneca. 









Vestido: My Little Candy | Sapato: Fiveblu


Em pouco tempo desde que chegou eu já usei o vestido várias vezes e só não tenho usado mais porque infelizmente as temperaturas estão absurdamente altas por aqui - mas fiquei apaixonada por ele e me senti tão confortável usando, é o tipo de peça que faz eu me sentir eu mesma. No fim das contas, é isso que importa né? :) 

Esqueci de comentar sobre isso no último outfit, não pensei que diria isso mas depois de três anos enjoei das unhas stiletto e as cortei. Estou num momento muito prático (por isso os cabelos curtos também) e aquelas unhas enormes já não combinavam comigo. Estou me sentindo mais leve agora, apesar de ainda achá-las lindas.

O batom é o Vinho 40 da Natura (resenha aqui).

Bom, espero que vocês tenham gostado do post de hoje, me contem nos comentários o que acharam do vestido <3

Toda Nudez Será Castigada, de Nelson Rodrigues


Eu sempre tive uma grande curiosidade sobre as obras tão polêmicas de Nelson Rodrigues, e através desse livro tive meu primeiro contato com sua obra e posso dizer que só me fez ter mais vontade de ler outros escritos do autor. 

Toda Nudez Será Castigada é uma peça teatral escrita em 1965 e dividida em três atos. O personagem principal é Herculano, um católico fervoroso cuja esposa faleceu recentemente. Herculano tem um filho, Serginho, de 18 anos, a quem jurou nunca mais se relacionar com outra mulher. 

Ao ver o irmão sofrendo tão intensamente com a perda, Patrício decide apresentar Geni à Herculano, uma prostituta e velha conhecida sua. Herculano e Geni iniciam uma relação conturbada e confusa, mantendo o relacionamento às escondidas de Serginho - mas este um dia flagra os dois juntos, tem uma reação tão descontrolada que acaba o levando à prisão e começa a nutrir desejos de vingança em relação à Geni, que acredita ter tomado o lugar de sua mãe.


A escrita de Nelson Rodrigues é suja (por isso não indico para menores de 18 anos, haha) e vai direto ao ponto, sem rodeios e sem extensões desnecessárias. É surpreendente que a história tenha sido escrita nos anos 60 e a leitura torna compreensível toda a polêmica que sempre pairou em torno do autor: no livro são discutidos temas como incesto, homossexualidade, traição, vingança, falso moralismo e influência religiosa. 

A história não é contada de forma linear, passeando entre passado e presente de forma dinâmica e interessante. Na segunda metade da peça vemos várias reviravoltas na trama, que a deixam muito mais interessante e a curiosidade do leitor é provocada ao máximo. 

O livro tem ótimas críticas sociais, é ousado e a leitura flui com facilidade - essa edição da Saraiva de Bolso conta com 146 páginas e é possível finalizá-lo em poucas horas. 

Filmes Assistidos Recentemente


Hoje tenho cinco filmes para indicar pra vocês, passeando por vários gêneros, épocas e estilos - enfim, tem pra todos os gostos haha :)

1. Oslo, 31 de Agosto (2011)
(drama)


O filme mostra um dia na vida de Anders, um jovem em reabilitação, que consegue uma breve licença para deixar seu apartamento a fim de comparecer a uma entrevista de emprego e encontrar velhos amigos em Oslo.


Oslo, 31 de Agosto é um mergulho na vida de um ex-viciado, convivendo com diversas sensações e sentimentos, como a melancolia, o vazio existencial, a tristeza e a sensação de não-pertencimento a lugar nenhum. É um filme bem silencioso, com uma trilha sonora quase inexistente e poucos e pontuais diálogos: um desses filmes onde o silêncio diz muito. Quando os diálogos aparecem, abrilhantam o filme. Enfim, indico fortemente. Para fazer o download clique aqui

2. Nossa Hospitalidade (1923)
(comédia)


Na viagem de volta para sua cidade natal, Willie McKay se apaixona pela jovem Virginia, sem saber que ela é de uma família inimiga da sua, os Canfield. Como em sua terra a hospitalidade é um valor muito prezado, ele decide se instalar na casa dos Canfield, que se vêem obrigados a tratá-lo da melhor forma.


Saindo de um drama denso, temos uma comédia singela e inocente: Nossa Hospitalidade é um filme mudo dos anos vinte que certamente consegue deixar um sorriso no rosto de quem assiste. Estou me apaixonando pelo cinema mudo (vou fazer um post sobre isso em breve) e os filmes do ator/diretor Buster Keaton são os que mais gosto de assistir. Esse aqui é absolutamente delicioso, um filme criativo com personagens carismáticos onde tudo funciona muito bem, com uma mensagem bonita de pano de fundo. E o melhor é que dá pra encontrar vários filmes do gênero disponíveis no youtube :} Para assistir online, clique aqui

3. A Seita Misteriosa (2011)
(drama)


Peter e Lorna suportam uma preparação rigorosa, a fim de se infiltrar em um culto altamente secreto e enfrentar sua líder misteriosa, Maggie, que afirma ser uma visitante do futuro em uma missão crucial.


A Seita Misteriosa é um filme super envolvente, que prende a atenção e atiça a curiosidade: mas tudo isso sem se revelar totalmente. É um desses filmes que não respondem as perguntas, apenas perguntam e deixam no ar - quem decide no que acreditar ou não é o espectador. O filme não é uma unanimidade, mas eu gostei bastante, e indico para quem gosta de filmes cuja história não é totalmente fechada e há (muito) espaço para interpretações e teorias. Importante dizer que é super parecido com a trama da série The OA, que inclusive tem os mesmos diretores e a mesma atriz principal - é quase como um esboço da série. Para assistir online, clique aqui

4. Como Era Verde Meu Vale (1941)
(drama)


Aos 60 anos, Huw Morgan relembra sua vida quando garoto em uma pequena cidade mineradora. Suas reminiscências revelam a desintegração da unida família Morgan e de seus dedicados pais, enquanto capta os sentimentos e problemas daquele tempo. 


Um clássico é um clássico e esse aqui é tão fabuloso quanto o título. Como Era Verde Meu Vale foi ganhador de cinco Oscars, incluindo melhor filme e é centrado numa grande família de mineradores de carvão. Um filme bem nostálgico, que nos faz relembrar nossa própria infância, dramático e crítico também. Vale muito a pena! Para assistir online, clique aqui.

5. O Idiota do Meu Irmão (2012)
(comédia)


Ned é um idealista que invade as vidas e as casas de suas três irmãs: Miranda, que está prestes a ter seu grande estouro na carreira de jornalismo; a hipster bissexual Natalie, cujas mentiras a impedem de evoluir o relacionamento com sua namorada Cindy; e Liz, que está muito preocupada em ser a mãe perfeita para perceber que seu casamento está se arruinando.


A gente é meio cult mas não abre mão de uma comédia bobinha, né? :P Essa aqui me chamou a atenção logo de cara e não me arrependi nem um pouco de assistir, muito pelo contrário. Tem muitos clichês, mas é um filme bem gostoso de assistir, super leve e com uma mensagem bonita. Lembra a inocência das comédias antigas, com um personagem central adorável apesar de nos fazer passar raiva em alguns momentos. Ainda tem um cachorro quase que como personagem principal e a Zooey Deschanel fazendo o mesmo papel de sempre (brincadeira, gosto dela! haha). Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 


Bom, por hoje é isso! Espero que vocês tenham curtido as indicações, me contem nos comentários se já assistiram ou vão assistir algum <3

OOTD: Saia Midi Bordô


Ei gente! O outfit de hoje tem duas peças que ainda não haviam aparecido aqui no blog: a saia midi bordô da Zaful e o top branco com decote de ombro a ombro e estampa de rosa com espinhos da Lovely Wholesale. As duas peças são muito lindinhas, inclusive juntas. Pra completar a produção para um dia friozinho, cardigã preto, meia-calça transparente e sapatilhas no mesmo tom da saia. 

No sábado passado eu decidi mudar um pouquinho e cortar os cabelos: o chanel com franja não estava mais me fazendo feliz e deixar crescer não era uma opção - mas deixar a franjinha de lado, depois de tantos anos a usando foi uma decisão difícil, pensei muito a respeito. A franja curta acabou se tornando um símbolo para as meninas que seguem um estilo retrô e abdicar desse símbolo não foi fácil - mas fiquei muito feliz pela mudança e estou completamente apaixonada pelo meu novo corte, chamado de pixie cut. Minha maior inspiração para esse cabelo certamente foi a Mia Farrow, de O Bebê de Rosemary (1968), um dos meus filmes favoritos. 







Top: Lovely Wholesale | Saia: Zaful | Sapatilha: Moleca

O batom é o Vamp da Avon (resenha aqui). O anel de garra é da Rosegal :)

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, não deixem de comentar aí embaixo <3

Filmes Assistidos Recentemente


Ei gente! Hoje tenho cinco filminhos interessantes e bem diferentes entre si pra indicar pra vocês. Espero que vocês gostem :)

1. A Garota da Fábrica de Fósforos (1990)
(drama)


Uma jovem supervisora de embalagens de fósforo tem sua monótona vida modificada por um homem bem vestido que a convida para dançar e ir ao seu apartamento.


Um filme finlandês cuja experiência de assistir é bastante agridoce: o filme em si é interessante e satisfatório, mas a forma com que ele é conduzido produz sentimentos mistos. É um filme sobre distanciamentos, sub-existência e frieza. Um filme silencioso (os diálogos são raros e pontuais) mas que diz muito nas entrelinhas. Enfim, um filme que foge à rota hollywoodiana, mas que prende a atenção e nos devolve uma história densa, cheia de complexidades e pontos passíveis de discussão. Tem pouco mais de uma hora de duração, o que funciona perfeitamente já que o ritmo é um pouco entediante em alguns momentos. Para assistir online, clique aqui

2. O Picolino (1935)
(comédia, musical, romance)


Em Londres, Jerry Travers, um dançarino americano, está ensaiando um número de sapateado em seu quarto de hotel, pois foi contratado por Horace Hardwick, um empresário, para fazer um show. Entretanto, ele acaba incomodando a bela Dale Tremont, a vizinha do quarto embaixo, que aparece para reclamar. Logo Jerry fica apaixonado e, gradativamente, ela também começa a flertar com Jerry. É quando ela pensa que ele é Horace, o marido de Madge Hardwick, sua melhor amiga, pois Jerry estava no quarto de Horace. Além disto, Dale tem um envolvimento comercial com Alberto Beddini , um costureiro, que a leva para Veneza para Dale mostrar seus vestidos. Jerry precisa fazer o possível para desfazer a confusão e conquistá-la.


O meu amor por musicais só cresce, e esse aqui certamente é um dos bons. O enredo em si é interessante e prende a atenção, mas o grande charme de O Picolino são seus números musicais e as performances de dança fantásticas. A fotografia também é lindíssima. Apesar de ser dos anos 30, envelheceu super bem. Impossível não se sentir feliz após assistir :) Para fazer o download clique aqui.

3. Tartarugas Podem Voar (2004)
(drama, guerra)


Em uma vila de curdos no Iraque, na fronteira entre o Irã e a Turquia e pouco antes do ataque americano contra o país, os moradores locais buscam desesperadamente uma antena parabólica, na intenção de ter notícias via satélite.


Tartarugas Podem Voar pertence a categoria de filmes pesados demais para se assistir duas vezes: mas assistir a primeira é uma experiência fantástica. Com um enfoque nas crianças em meio a realidade da guerra, o filme consegue ser triste, pesado, intenso, cru e cruel, com momentos extremamente emocionantes. Aborda uma realidade poucas vezes explorada em filmes. Para assistir online, clique aqui

4. Jejum de Amor (1940)
(comédia, drama, romance)


Uma repórter anuncia que está deixando o trabalho para levar uma vida doméstica, ao lado do noivo rico. Seu editor e ex-marido tenta convencê-la a mudar de ideia.


Quem diz que comédias românticas são fúteis certamente não assistiu Jejum de Amor: um filme incrível com um ritmo excelente, que parece passar num piscar de olhos e diálogos rápidos, inteligentes, irônicos e enraçados. Ótimas atuações e um roteiro sem qualquer furo. Para fazer o download clique aqui.

5. Ladrão de Casaca (1955)
(suspense)


Cary Grant empresta seu charme para viver John Robie, também conhecido como 'Gato'. Célebre ex-ladrão de jóias, ele está na Riviera Francesa quando uma onda de roubos toma conta do balneário. O problema é que o ladrão utiliza-se do mesmo estilo dos assaltos de Robie. Convencido de que alguém quer incriminá-lo, ele dribla a polícia e tenta encontrar o impostor antes que vá parar atrás das grades. Mas antes precisa fazer com que a viúva rica acredite nele.


Filme do mestre do suspense, Hitchcock, protagonizado pelo excelente Cary Grant (dois filmes dele no mesmo post, nem gosto né) e conduzido de forma leve e divertida de assistir. Tem um casal principal com bastante química, uma fotografia linda e a beleza de Grace Kelly encanta. Não é um dos melhores nem mais famosos do diretor, mas certamente vale a pena assistir. Para assistir online, clique aqui.


E por hoje é só. O que acharam das indicações? Já assistiram algum? Me contem nos comentários <3

OOTD: Jaqueta Jeans e Calça com Suspensório


Oi gente :) O outfit de hoje é simples e quentinho - e o último com esse corte de cabelo, porquê quem me segue no instagram (@1love1grief) já viu nos stories que eu cortei hahahah. Uma forma bacana de manter o estilo retrô no dia-a-dia é através dos detalhes: é sempre mais fácil assim, né? Nesse outfit usei uma camisa branca básica de mangas curtas e uma calça de corte reto, cintura alta e estampa xadrez discreta: ambas de brechó. O toque retrô ficou mais por conta do suspensório e da boina.

Essa jaqueta jeans forrada com lã é bem quentinha e ótima para as noites frias do RS, e eu realmente me surpreendi com a qualidade a beleza dela - é da Zaful. Eles também tem dela em preto, dá pra ver clicando em denim jacket black







Jaqueta: Zaful


O batom é o Vinho 40 da Natura (resenha aqui) e o esmalte é o Novo Azul da Risqué. O anel também é da Zaful

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, não esqueçam de comentar <3