Série: The OA


Esses dias eu percebi que ainda não havia falado sobre essa série fantástica que The OA é aqui no blog - mas tive que logo mudar isso. The OA não foi um sucesso estrondoso e imediato como outras séries da Netflix foram (Stranger Things, por exemplo) mas apresenta uma trama muito original e boas doses de drama e mistério. 

Em The OA, Prairie é uma mulher cega que desaparece e retorna sete anos depois enxergando normalmente. Prairie tenta explicar aos pais o que aconteceu em seus anos de ausência, dizendo que nunca realmente se foi, mas que estava apenas em outro plano da existência. 


A série está inserida dentro dos gêneros drama, mistério e ficção científica. Os episódios não tem um tempo específico, alguns tendo 1:30h de duração e outros apenas 30 minutos. 

Prairie decide contar sua história a cinco pessoas, que acabam se tornando personagens de maior destaque na trama. Entre esses personagens temos uma professora desmotivada com os alunos e em luto pela perda do irmão, um menino transgênero (realmente interpretado por um ator trans, um super ponto pela representatividade na série) e um típico adolescente problemático e violento. Através das histórias contadas a estes personagens vamos conhecendo Prairie melhor e desvendando alguns de seus mistérios. 


A série mistura ficção científica com espiritualidade e fantasia, trazendo uma abordagem original e interessante sobre experiências de quase morte (as EQMs). 

As atuações são muito boas, em especial a da protagonista, que carrega a série nas costas - seu personagem tem um destaque muito grande, sobretudo nos primeiros episódios. 


O desenvolvimento de The OA é lento e misterioso. Quem está acostumado com muita ação e muitas coisas acontecendo logo no início de uma série pode se decepcionar. Aqui as coisas vão se revelando aos poucos, e é essa aura de mistério que permeia a série que a torna tão interessante. Abre espaço para várias teorias, fazendo com que a trama não tenha uma resposta única nem seja a mesma experiência para todos que assistem. 

Exatamente por esses motivos, não vou me estender muito falando sobre a trama - é muito mais prazeroso assistir a série e se surpreender com as coisas que acontecem. A experiência de assisti-la, pelo menos pra mim, foi muito boa. 


A fotografia de The OA é lindíssima, mas não há como esperar menos das produções originais Netflix. A primeira temporada terminou com um gancho enorme para a segunda, que já foi confirmada. 

Eu assisti toda a primeira temporada em um dia apenas, mas pelo ritmo mais lento talvez não seja o mais indicado. O difícil apenas é controlar a curiosidade :) A primeira temporada tem 8 episódios e vai criando um ritmo melhor com o passar deles. 


No fim das contas, The OA é uma série para quem não gosta de respostas fáceis - a produção mais abre perguntas do que as responde. Aqui a regra é clara: se você entendeu The OA, você não assistiu direito, hahaha. 

Pra quem gosta de tramas misteriosas e dramáticas e não se importa com alguns toques de fantasia, indico a série. The OA certamente não foi uma unanimidade e ganhou muitas reações negativas, mas é sempre válido dar uma chance e criar sua própria opinião. 

4 comentários:

  1. Eu particularmente gostei muito de The OA, achei a história super original e como eu torço pelo Homer! <3
    Beijão, Bru!

    http://vultuspersefone.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa! Eu fiquei muito louca por essa série, já assisti inteira 2x e estou bem ansiosa pra segunda temporada hhauhau. Confesso que o Homer não me tocou muito, meus personagens favoritos acabaram sendo o Buck e o Steve ^^
      beijão

      Excluir
  2. Só te corrigindo em um ponto, na vdd a professora está em luto pelo irmão dela ;)
    E sim, The OA é maravilhoso, como havia comentado no fb. E justamente por esses mistérios que me envolveu, ainda mais eu sendo uma pessoa curiosa, hahah, tava louca pra descobrir o final e tô mais ansiosa ainda pela segunda temporada, que pelo visto vai demoraaaaar :~ Mas olha, a Netflix tá mandando mto bem nessas produções originais, uma melhor que a outra!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna! Nossa, jurava que era pelo filho :c Vou corrigir no post! HUAHAUH eu também sou super curiosa e fiquei louca pela série. É verdade, se copiar Sense8 que sai uma temporada a cada dois anos a gente vai sofrer huaahu
      beijos

      Excluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com