Filmes Assistidos Recentemente


Oi gente! Hoje trouxe alguns filminhos muito bons que assisti nos últimos tempos para indicar pra vocês. E olhem que essa categoria está bem variada hoje rs. Espero que vocês gostem e que possam assistir algum no fim de semana. 

1. Ex Machina - Instinto Artificial (2015)
(ficção científica, mistério, drama)


Em um refúgio nas montanhas de um talentoso bilionário da internet, um jovem participa de uma estranha experiência: testar a inteligência artificial, inserida no corpo de uma bela garota robô. Mas a experiência se torna uma sinistra batalha psicológica: um triângulo amoroso, onde a lealdade está dividida entre homem e máquina.


Eu gosto bastante de ficção científica mas peco em assistir poucos filmes do gênero. Ex Machina foi um que me encantou ao extremo com seu retrato sobre inteligência artificial, atuações excelentes, trilha sonora bem encaixada e um clima de suspense que faz o filme passar num piscar de olhos. Tem diálogos ótimos e uma estética maravilhosa. Enfim, não preciso nem dizer que amei o filme, né? :p É o tipo de obra que levanta várias questões interessantes e chega a dar uns nós no cérebro durante o filme. Para assistir online, clique aqui

2. The Notorious Bettie Page (2005)
(biografia, drama)


Bettie Page nasceu numa família interiorana, muito religiosa. Decidida a mudar de vida, a jovem partiu rumo à Nova York. Um dia, passeando pela praia, encontrou um fotógrafo amador e aceitou fazer algumas poses despretenciosas. Sua beleza e sensualidade chamaram atenção e Bettie iniciou uma carreira de modelo fotográfica. Rapidamente tornou-se uma das mais famosas pin-up's do país, esbanjando alegria e erotismo. Mas, em 1955, um senador americano iniciou uma dura investigação sobre a influência da pornografia na juventude do país. E Bettie acabou sendo transformada num exemplo de imoralidade.


Depois de assistir ao documentário sobre a Bettie Page na Netflix me interessei sobre o filme fictício que fizeram sobre ela (porque sou dessas que se concentra num único assunto de cada vez, por isso as vezes todos os filmes da tag são do mesmo gênero ou de assuntos repetidos, haha). Eu gostei mais do documentário, mas o filme também não fica muito atrás. Apesar de retratar de forma rasa alguns acontecimentos da vida de Bettie, consegue passar toda a energia que ela emanava e retratar bem o período de sua fama, assim como o que sua imagem e suas fotos significaram para a época, cheia de tabus e restrições. Para assistir online, clique aqui.

3. Gênio Indomável (1997)
(drama)


Em Boston, um jovem de 20 anos que já teve algumas passagens pela polícia e é servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.


Esse aqui estava há tempos na minha listinha e quando assisti superou minhas expectativas. Acredito que esse filme já seja quase um clássico, a história é excelente e consegue divertir em algumas partes e emocionar em tantas outras. Algumas cenas são inesquecíveis. É o tipo de filme que todo mundo vai gostar de assistir, passa uma mensagem bem bacana, tem ótimas atuações e consegue abordar de forma bem interessante as complexidades do ser humano. Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 

4. Deathgasm (2015)
(terror, comédia)


Um garoto novo na cidade, Brodie se torna parceiro do bad-boy Zakk, rapidamente se conectam sobre sua mútua admiração pelo heavy metal. Mas quando esses dois thrashers perdedores acidentalmente invocam as forças do mal, seus sonhos de estrelato têm que ser colocados de lado.


Eu tinha visto algumas vezes a primeira foto sobre esse filme no facebook e sempre fiquei muito curiosa para saber de que filme era, até que descobri. Deathgasm é um autêntico "terrir", um filme beeem trash de terror que mais faz rir do que assusta. Apesar disso, não é ruim - tem quem goste do gênero, eu, inclusive. É um filme bem sangrento, com uma atmosfera sombria, humor sarcástico e piadinhas com estereótipos do heavy metal. Indico para quem curte o gênero. Para assistir online, clique aqui

5. She's Beautiful When She's Angry (2014)
(documentário)


Conta a história das mulheres que criaram o movimento feminista nos anos 1960, fazendo uma revolução em todos os âmbitos sociais.


Li sobre esse doc num post com indicações do que assistir na Netflix. É muito interessante tanto para quem já tem intimidade com o início do movimento feminista quanto para quem não sabe nada a respeito. Tem muitas entrevistas com mulheres que participaram de protestos na década de sessenta e fotos/entrevistas reais da época. É triste pensar que hoje, mais de cinquenta anos depois, as principais reivindicações femininas/feministas continuam as mesmas. Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 


E por hoje é isso <3 Gostaram das indicações? Já assistiram algum? Me contem nos comentários ^^

OOTD: Saia Midi Preta


Oi gente! Vocês já enjoaram de comprimento midi? Espero que não, porque eu estou cada vez mais apaixonada <3 Comprei essa saia recentemente e não quero mais tirar do corpo (assim como as outras midis... hhahaah). Estou inclusive vendendo algumas mais curtinhas para repor com outras de comprimento midi no lugar (quem curtir pode ficar de olho na minha lojinha do Enjoei, sempre coloco novas peças lá).

Tive que fazer umas coisas no centro durante a semana (incluindo colocar pacotinhos do Enjoei no Correio) e depois ir para a faculdade, e queria uma roupa beeem confortável, mas bonitinha (porque sou dessas), pra encarar isso. A combinação de saia midi com camiseta + sapato baixo é das mais confortáveis nos dias de calor. Não preciso me preocupar se a saia vai voar, se vai aparecer alguma coisa quando eu me abaixar e demais probleminhas das peças mais curtas, além de ser muito mais fresco que uma calça. Enfim, para todo mundo que ainda torce o nariz para essa peça, indico experimentar. É realmente muito boa para o dia-a-dia no calor <3 E essa semana foi calor demais por aqui, dias nublados e abafados dando uma prévia do verão "/








Camiseta: Enter T-Shirt | Saia: Wear Ever | Bolsa: Passarela

Tirei a blusinha dos Beatles do fundo do armário. Sempre gostei de camisetas mais larguinhas, a maioria das minhas é da sessão masculina, mas com saia midi fica mais bonitinho essas tipo "babylook", mais acinturadas. 

O batom é o Amour nº30 da Panvel, resenhado aqui. O colar lindo de camafeu com corvo é da CUTESHOP


E vocês, curtiram o look de hoje? Gostaram da saia preta? Me contem aí nos comentários <3

Resenha: Um Capricho dos Deuses, de Sidney Sheldon


Sidney Sheldon é um dos escritores que me fez tomar gosto pela leitura. Ainda no ensino fundamental a bibliotecária da escola me recomendou um livro dele - A Ira dos Anjos, meu preferido até hoje - e depois disso não parei mais de ler suas obras. Vez ou outra me deparo com livros dele em sebos, como foi o caso desse aqui. E dei sorte, Um Capricho dos Deuses era um dos poucos que ainda não havia lido do autor. Hoje, apesar de não considerá-lo mais meu escritor favorito, ainda guardo um carinho muito grande por essas histórias sobre mulheres incríveis que me fizeram criar o hábito de ler. 

Um Capricho dos Deuses nos apresenta Mary Ashley, uma simples professora do Kansas que vê sua vida mudar totalmente ao ser convidada pelo Presidente dos EUA a se tornar Embaixadora na Romênia. 

O estilo do autor se mostra em cada página do livro, e para quem já leu muitos dele Um Capricho dos Deuses acaba ficando muito parecido com inúmeras outras histórias. Mas nem por isso deixa de ser bom. Sempre gostei do foco nas mulheres que o autor dá, raros livros de Sheldon trazem um homem como figura principal ou mesmo num posto equivalente a personagem feminina central da trama. 

Mary Ashley é representada sob diversas facetas e podemos acompanhar suas decisões no campo profissional tanto quanto no pessoal, enquanto a personagem lida com a perda, o luto e a criação dos filhos. Além disso, nesse livro Sheldon conseguiu dar uma aula de história em palavras simples e de forma resumida sobre a situação dos países da Cortina de Ferro nos anos oitenta. 

A primeira parte do livro é bastante descritiva, apresentando muitos detalhes sobre a situação política da época e mesmo fazendo a apresentação dos personagens. Essa parte do livro pode ser um pouco maçante, mas assim que a história engata não há como parar de ler, a curiosidade é muito grande. 

As reviravoltas na trama são óbvias do estilo do autor, mas mesmo assim conseguem surpreender e cativar. O ritmo do livro é ótimo, a leitura flui facilmente e é um ótimo passatempo. Adoro ler livros assim entre um e outro mais "sério", ajuda muito a relaxar a mente e curtir a leitura sem grandes pretensões. 

No mais, Um Capricho dos Deuses não é um dos melhores livros de Sidney Sheldon, nem Mary Ashley uma de suas melhores mocinhas, mas a leitura é agradável e vale a pena. São 425 páginas de um sucesso de vendas que não decepciona. 

OOTD: Moletom e Short


Oi gente! Semana passada chegou esse moletom lindinho da She In, bem básico, preto, com o detalhe do ET branco no canto <3 Estava afim de uma peça assim para usar no dia-a-dia e gostei muito desse: não é grosso, não esquenta muito e não ocupa muito espaço, perfeito pra levar na bolsa e usar quando bate aquele ventinho à noite. E combina com qualquer coisa, né? 

Usei esse outfit no feriado da quarta, queria algo bem relax mesmo, então combinei ele com short jeans e sandália/chinelo birken. Eu sei que a maioria acha esse chinelo mais feio que o capeta, pra ser bem sincera nem eu acho muito bonito, mas sério, ele é TÃO confortável que comprei esse segundo, todo pretinho, só com uma linha branca na sola. Tenho um de oncinha também (tem ootd com ele aqui) mas esse preto combina com mais coisas e é ainda mais confortável. 

Pra roupinha não ficar muito sem graça, adicionei alguns acessórios - a bolsa de poás e o lenço no cabelo fizeram bastante diferença. Eu não costumo usar o cabelo preso porque não me acho bonita assim, mas tem dias que o cabelo não ajuda e a única solução é prender pra amenizar a coisa huhahauah E aí entra o lencinho pra deixar mais charmoso <3 








Moletom: She In | Birken e Bolsa: Passarela
Esse look me fez perceber que short jeans não é mais pra mim, não consigo mais me sentir confortável usando... Tanto que coloquei esse à venda na lojinha do Enjoei - agora estou oficialmente sem nenhum short jeans no guarda-roupa. Não adianta usar o que deixa a gente desconfortável, né? 

O batom é o Amour nº30 da Panvel, um dos meus vermelhos favoritos e que foi super baratinho - tem resenha aqui


E por hoje é isso, gente <3 Gostaram do outfit e do moletonzinho de ET? Me contem aí nos comentários ^^ 

Filmes Assistidos Recentemente


Oi gente! Voltei com mais indicações de filminhos. Hoje trouxe cinco que gostei bastante, tramas bem diferentes entre si, e por coincidência todos disponíveis na Netflix :) Espero que vocês gostem e consigam assistir alguma coisa no fim de semana. 

1. Ferrugem e Osso (2012)
(drama, romance)


Alain está desempregado e vive com o filho, de apenas cinco anos. Ele parte para a casa da irmã em busca de ajuda e logo consegue um emprego como segurança de boate. Um dia, ao apartar uma confusão, ele conhece Stéphanie, uma bela treinadora de orcas. Alain a leva em casa e deixa seu cartão com ela, caso precise de algum serviço. O que eles não esperavam era que, pouco tempo depois, Stéphanie sofreria um grave acidente que mudaria sua vida para sempre.


Assisti esse filme sem qualquer expectativa e acabei me surpreendendo muito. A história é incrível, uma trama que realmente cativa o espectador, cru e pesado, muito triste. As atuações são fantásticas, é possível enxergar o sofrimento no semblante dos personagens. Enfim, é um filme ótimo com bastante conteúdo e que certamente merece ser visto. Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 

2. Asthma (2014)
(drama, romance)


Sufocante como um sintoma de doença e como um sentimento onipresente, a vida para Gus é uma tarefa difícil de realizar. O forasteiro viciado em drogas sofre muito com seus esforços para escapar de si mesmo. O filme é um olhar sobre a nova geração de artistas indies em Nova York que vivem segundo o slogan "live fast and die young".


Asthma é (mais um) filme indie que dialoga sobre drogas, pessimismo e pessoas perdidas lidando com seus próprios vazios. É cheio de clichês do gênero, mas eu particularmente gostei muito, tanto que entrou para a minha lista de favoritos. Tem uma ótima atuação da Krysten Ritter, fotografia linda e trilha sonora cativante. É um filme que causa um misto de sentimentos, ora estranheza, ora identificação. Para assistir online, clique aqui*Disponível na Netflix. 

3. Hush: A Morte Ouve (2016)
(suspense, terror, thriller)


Depois de perder sua audição quando adolescente, Maddie Young viveu uma vida de isolamento totalmente reclusa em seu mundo silencioso. Porém, quando o rosto mascarado de um assassino psicótico aparece na janela de sua casa ela deve ultrapassar seus limites físicos e psicológicos para poder sobreviver uma noite.


Não sou fã de filmes de suspense/terror, mas esse causou um certo rebuliço mesmo antes de ser lançado, e fiquei curiosa para assistir. A trama é bem simples porém tem seus toques originais (como a protagonista surda) e o mais surpreendente no filme é a atmosfera de suspense que realmente consegue contagiar o espectador. Vi poucos filmes tão tensos quanto esse. Gostei bastante, mas Hush costuma dividir opiniões. Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 

4. Há Tanto Tempo Que Te amo (2009)
(drama)


Juliette retorna à sua família e à sociedade, após 15 anos de ausência e rejeição. Apesar de uma separação familiar drástica no passado, sua irmã mais nova, Léa, decide abrigá-la em sua casa, onde mora com o marido, as duas filhas e o sogro. Aos poucos, a trama revela a aparente amoralidade por trás da tragédia que manteve Juliette afastada por tanto tempo da vida real.


Esse filme tem um início monótono que vai crescendo até irromper num desfecho incrível. Os personagens são muito verossímeis, a história sobre a complexidade do ser humano e suas dores é impressionante. São muitos sentimentos que o filme provoca, desde o desconforto e a curiosidade até a tristeza. É uma obra muito sensível, tocante, com reviravoltas surpreendentes e que elevam o nível do filme. Uma história muito humana, um filmaço francês que realmente vale a pena. Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 

5. Queda Livre (2013)
(drama)


A história do filme gira em torno da vida de dois policiais Marc Borgmann e Kay Engel que com a convivência, acabam se envolvendo. Marc acaba ficando dividido entre viver o desejo de uma nova experiência e o amor pela sua namorada, que está gravida.


Eu li muito sobre esse filme devido ao boom de Sense8, porque Queda Livre tem um dos atores da série, mas não me interessei pela trama a ponto de assistir. Mas aí veio a Netflix e colocou o filme no catálogo... assim fica difícil resistir, né? hahaha Muita gente descreveu Queda Livre como um "O Segredo de Brockback Mountain" moderno e eu meio que concordo, a história não é muito inovadora mas de qualquer forma é um filme interessante, com uma trama intensa e uma fotografia bonita. É uma boa pedida para quem gosta do gênero. Para assistir online, clique aqui. *Disponível na Netflix. 


Gostaram dos filmes de hoje? Já assistiram algum? Me contem aí nos comentários <3

OOTD: Saia Midi e Camiseta


Oi gente! Estou vivendo um caso de amor com essa saia desde que decidi reformá-la (era uma saia longa) e transformá-la em midi/média. Esse comprimento é tão prático, tão bonito e combina tão bem com (quase) tudo - fica difícil desejar saias curtinhas assim. 

Pra fugir um pouco da combinação com blusas mais arrumadinhas, misturei com essa camiseta preta com estampa de crânio de búfalo - que roubei do meu namorado, inclusive, hhuahua, e completei com cintinho, bolsa de poás e sapato boneca. Uma das combinações que mais tenho amado usar, só variar na blusinha e dá pra usar mil vezes. 








Camiseta: Ideal Shop | Bolsa: Passarela | Óculos: Marisa


Essa bolsa linda de poás ganhei do meu pai de aniversário e estou usando muito. Ela tem um tamanho ótimo, combina com tudo e é muito prática. 

O esmalte é o Rouge da Panvel e o batom é o Amour nº30, também da Panvel (resenha aqui). Tem feito um calorzinho aqui no RS, está dando para colocar as saias para passear sem meia-calça, mas confesso que já estou sentindo falta do frio rs. 

Mas e vocês, o que acharam do look de hoje? Gostam de saias nesse comprimento? Me contem aí nos comentários ^^