TAG: Minha Faculdade - Psicologia


O post de hoje é um que eu procrastinei um pouco para fazer, mas aqui estou. Já faz um tempo que a Dieny do blog Like the Moon me pediu para falar um pouco sobre meu curso, acabei encontrando essa tag pela blogosfera e percebi que ela é boa para tirar dúvidas iniciais e que pode servir para quem também tem interesse pela área da psico e pensa em fazer o curso. 

Algo engraçado é que, só por ter o blog, as pessoas pensam inicialmente que eu curso moda. Na época em que prestei vestibular escolhi moda como segunda opção nas faculdades que exigiam uma segunda opção de curso, mas nunca foi uma opção real pra mim. Eu gosto de moda alternativa e admiro muito o processo criativo do curso de moda, mas não é algo que eu queira trabalhar durante minha vida.  

1. Qual seu curso de graduação? 
Psicologia. 

2. Quantos períodos ele tem? E em qual você está? 
Psicologia tem dez semestres, ou seja, cinco anos. Estou entre o terceiro e o quarto semestre. 

3. Porque você escolheu esse curso? 
Bom, como uma boa estudante de psicologia, creio que essa seja uma pergunta muito subjetiva e que certamente existam razões ocultas para que meus desejos tenham sido levados a escolhê-lo. HAHAH brincadeira :D Meu interesse pela área surgiu aos catorze anos, quando li pela primeira vez um livro da área, inclusive um livro muito conhecido - O Corpo Fala. Apesar da área comportamental não ser a que mais me chamava a atenção inicialmente, esse livro abriu meus olhos para um curso que até então eu não havia pensado muito sobre. Depois disso, com um pouco mais de leituras sobre a  área da psicologia, decidi que era o que eu queria. E hoje, cursando a faculdade, a área cognitiva-comportamental é uma das que mais me agrada. 

4. Antes de escolher esse curso você pesquisou sobre o mercado de trabalho e o piso salarial? 
Sim! E já fica a dica pra quem está saindo do ensino médio - pesquisem, pesquisem muito. Não façam um curso que vocês não sabem nem porque tem o nome que tem. Esse momento de transição entre escola e faculdade é complicado, a gente não tem certeza do que quer e tudo fica pior se você não levar a sua escolha a sério e não souber bem aonde está se metendo. Eu cometi esse erro no meu ensino médio, fazendo um curso técnico de meio-ambiente sem nem saber direito o que era e me arrependi muito porque é um curso que no fim das contas não tinha nada a ver com o que eu pensava que seria, foi frustrante. Então pesquisem, se informem bem antes de começar a faculdade de fato. 
Quanto ao mercado de trabalho e o piso salarial, bom, só posso dizer que ninguém escolhe psicologia pensando em enriquecer - porque o salário inicial não é muito motivador. Mas eu sempre acreditei que a gente se dá bem naquilo que fazemos com vontade e com amor, por isso, pra mim não vale a pena escolher uma profissão pensando só em piso salarial e acabar interrompendo a graduação por pura frustração. Acreditem, isso acontece MUITO com quem escolhe um curso pensando em salário. É muito difícil conseguir se motivar por quatro, cinco, seis anos ou até mais só pensando em como a área "paga bem". 

5. Como foi seu primeiro dia de aula? Tem dicas para os calouros?
Meu primeiro dia de aula teve algumas coisinhas engraçadas, hahaha. Primeiro que eu cheguei um pouco atrasada e como não sabia ainda como meu prédio funcionava, acabei pegando um elevador que não ia até o andar que eu tinha aula. Assim eu fiquei apertando o botãozinho do meu andar insistentemente, mesmo que a luz apagasse. Aí resolvi pedir ajuda pra um homem que estava no elevador comigo, mas aparentemente ele era japonês e não falava português, só começou a gesticular e eu não entendi nada, desci do elevador e fui de escada mesmo HAHUSASHUAHUS E como eu sou a pessoa mais distraída do mundo, acabei esquecendo qual era o número da minha sala (só lembrava o número do andar) e fui de sala em sala perguntando que curso era... depois de uns três achei o meu HAHAH Mas de resto foi tudo normal, apresentações, aquela aula mais curtinha e dinâmica típica de primeiro dia e tudo mais.

6. Sobre seu TCC, já começou a fazer? Qual tema pretende abordar?
Ainda não comecei, mas algo que os professores indicam é começar cedo e mesmo antes de começar, pensar no tema e no que pode ser feito à respeito. Ainda não tenho certeza, mas quero muito abordar transexualidade. 

7. Você se considera uma boa aluna? 
Não sou o estereótipo de cdf na sala de aula, mas sempre tiro boas notas, faço boas leituras e procuro não decorar matéria, mas entender e também questionar. Sempre fui aquele tipo de aluna que os professores não gostam muito, desde o ensino médio: isso porque copiar matéria não é meu forte. Não aprendo escrevendo, aprendo lendo. E como na faculdade quase todo o material escrito é disponibilizado online, como os slides e polígrafos, por exemplo, eu pouco escrevo. Prefiro assistir e prestar atenção no que é dito, entender de fato, não só fazer um "copia e cola" da vida real. 

8. Você está 100% satisfeita com o curso que escolheu? 
Sinto que as pessoas tem um grande hesitação em dizer isso, mas eu não me sinto 100% satisfeita. Na verdade, creio que eu não me sentiria 100% satisfeita em nenhum curso - sempre existem áreas e disciplinas que não agradam, mas o "conjunto da obra" precisa ser maior que isso. Também é bom lembrar que o sistema de ensino atual (mesmo na faculdade) é cansativo, entendiante, e nem sempre faz paralelos com a realidade. Eu também tenho muita vontade de fazer uma graduação em sociologia quando terminar psico, mas sinceramente, não sei se isso vai ocorrer e se minha vontade continuará a mesma depois de alguns anos, porquê a faculdade é desgastante. 

9. O seu curso tem algum material específico que não tem em outros cursos? (ex: estetoscópio, calculadora científica) 
Em psicologia nós temos muitos testes psicológicos, que só podem ser aplicados pelos profissionais da psicologia. Esse é o único instrumento exclusivo que eu consigo pensar. E nossa, estudar os testes é uma das partes mais legais do curso, na minha opinião. É uma área muito interessante. Estou tendo o prazer de fazer isso esse semestre e me apaixonando. 

10. Na sua faculdade teve trote? Se sim, como foi?
Não \o/. Se tivesse eu odiaria, detesto essa ideia de trote. 

11. Seu curso tem muita matemática? 
Essa parece uma pergunta feita por alguém que não vai lá muito com a cara da matemática, né? hahah Não tem muita, mas tem. Nós temos a disciplina de Estatística no curso. Ainda não fiz essa, mas matemática pra mim não é um grande problema - a biologia me apavora muito mais (e há muito mais dela em psicologia). 

12. Geralmente nas faculdades existe o "ciclo natural da desistência": a turma começa com 70 alunos e permanecem só 20. Isso aconteceu na sua faculdade?
Isso é algo normal e acontece em todas as faculdades, em todos os cursos - mas nem sempre num nível tão exagerado, claro. Até porque o curso é longo, são cinco anos, e durante esse período muita coisa pode mudar. Mesmo ainda estando no início (estudo há dois anos e meio) já vi muita gente desistir, inclusive no primeiro semestre. É natural mudar de ideia, começar algo e ver que não era bem como você imaginava. Principalmente quando se é jovem, não se pensou muito a respeito do curso e foi a primeira opção, e é absolutamente normal mudar de ideia! E digo isso por ver muita gente nessa dúvida de "não sei se fico ou se troco" e desistindo da ideia de mudar de curso só porque já "perdeu tempo" fazendo outro. Perda de tempo mesmo é insistir em algo que não se tem vontade, as chances de você não querer trabalhar com isso depois de formado são grandes. 

13. Quais dicas você daria para quem está querendo começar a fazer o mesmo curso que você?
Exercite a empatia. Isso é muito importante pra todo mundo, mas principalmente para alguém que faz humanas, e principalmente para quem quer ser psicólogo. E goste de gente. Goste de observar, de tentar entender, de tentar enxergar o mundo pela ótica dos outros. Se despir de seus preconceitos é fundamental. Um psicólogo preconceituoso, cabeça fechada é tudo o que ninguém quer encontrar na vida. A função do psicólogo não é julgar, comece você mesmo a avaliar os seus julgamentos sobre os outros e o quanto eles são superficiais e dizem mais sobre você do que sobre o outro em questão. 

14. Já ficou em DP? Possui algum método diferente de estudo? 
Creio que DP seja o que aqui chamamos de "grau C" ou "grau 3" - basicamente uma prova de recuperação no final da disciplina, que troca a nota da prova mais baixa. Eu já peguei grau 3 em duas disciplinas, fisiologia e anatomia. Até hoje foram as matérias mais complicadas pra mim. Quanto ao método de estudo, como já dito na pergunta 7, eu não consigo aprender escrevendo. Por isso leio bastante e tento entender as coisas pelo meu próprio jeito, sem decorar argumentos prontos e tentando sempre pensar a respeito das questões. Isso é um pouco difícil nas disciplinas mais objetivas e que envolvem bastante biologia, como genética, fisiologia, anatomia e etc, mas na maior parte das matérias é o que mais funciona pra mim. 

15. Faça um resumo básico do seu curso para quem tiver interesse em fazê-lo. 
Sou péssima nisso, mas o que eu posso aconselhar para quem quer fazer psicologia é que pesquise bastante sobre o curso antes de ingressar. Converse com pessoas que estudam psico. As pessoas tem uma ideia muito romantizada de como são os cursos, o que acaba gerando um pouco de frustração. A psicologia é muito ampla, existem diversas áreas de trabalho, não só aquele clichê de psicólogo em seu consultório - existem psicólogos na maior parte das empresas, das escolas, nos hospitais, nos centros de formação de condutores, na área do esporte. Existem inúmeras possibilidades de trabalho e você não precisa se prender às noções convencionais. As possibilidades são muito amplas e as vertentes da psicologia também, e você não precisa seguir fielmente uma e esquecer das outras também. Aqui no Brasil as faculdades direcionam muito os alunos para a psicanálise, que é algo que eu acho bem errado. A psicanálise nunca me atraiu muito e mesmo assim eu adoro meu curso, então sim, você pode não ser um discípulo do Freud e mesmo assim ter vontade de cursar psicologia. E algo muito importante também: a faculdade nos dá a base, mas da nossa formação quem cuida somos nós. Leia. Abra sua mente, saia fora da caixa, pense de forma ampla. Ler bastante e estar atento a realidade social também são coisas de muita importância para um profissional que lida com a saúde mental e toda a amplitude do que interfere nela.


Então gente, as perguntas são essas. Espero que tenham servido para tirar algumas dúvidas e dar um pouquinho de base, se tiverem outras questões a fazer, é só deixar nos comentários que logo eu respondo. Ah, e quem já tiver feito essa tag deixa o link também, vou adorar ver :D 

8 comentários:

  1. Que tag legal, queria ter lido isso antes de ter escolhido o meu curso! haha Você já está na metade do caminho, parabéns haha! E muito bom que você pesquisou sobre o mercado de trabalho antes, eu não e me ferrei, estou formada e sem emprego ><"

    Um beijo,
    Foca no Glitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! huahuahuaha obrigada! Mas acho que ter pesquisado antes não mudaria o fato de tu ter escolhido, né? :p E a coisa pode estar dificil agora que estamos em crise, mas depois melhora :3
      beijos

      Excluir
  2. Adorei sua opinião sobre o curso, faço design de interiores,mas se não desse certo psicologia era uma segunda opção,admiro muito quem tem a capacidade de se formar nessa área. Bruna DP é quando você repete em uma matéria e tem que fazer ela novamente no próximo semestre!
    Bjoos

    https://larissasantosinteriores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa! Design de Interiores deve ser muito legal também ^^ É uma área bem interessante de estudar. Nossa, não sabia :o hauhhuahuaahu obrigada por me informar!
      beijos

      Excluir
  3. Sobre essa área eu tenho os prós e contras. Os prós seriam que no geral eu até me identifico com a área, no quesito empatia. Sou mto conversadora e boa ouvinte, gosto de dar conselhos e expor minhas opiniões ~não exatamente em tudo, mas em assuntos que de alguma forma mexam cmg. Tenho até amigas que as vezes brincam cmg me chamando de psicóloga particular justamente pelo fato de ouvir os problemas e tentar de alguma forma achar uma solução. Sobre os contras, é mais um preconceito meu, sobre achar uma área mto visada por todos, sabe? Que nem administração, onde a maioria das pessoas querem fazer por "dar dinheiro" e quando não é isso é psicologia, como se todo mundo fosse querer atuar na área só pq acha que é sobre ficar sentado numa cadeira "ouvindo" as pessoas e anotando num caderninho. Pronto, fiz meu trabalho! Pode ser uma super bobagem minha, mas sei lá, vejo mtas pessoas ingressando nessa e em outras áreas específicas só pq consideram "fáceis", nem ao menos se identificam com a área e dps se tornam péssimos profissionais. Sou daquelas que acredita em trabalhar com oq vc realmente gosta e que te dá prazer! Enfim, espero que vc tenha mto sucesso na sua carreira! :) Ah e eu achei super interessante teu possível tcc, é um tema que merece visibilidade e respeito, vá em frente com ele! Beijão <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna! É verdade, psicologia é uma área que muita gente se interessa (sabia que é o segundo curso mais concorrido do Brasil? Só perde pra Medicina :O) e realmente, muita gente acha que é uma coisa fácil e tem uma visão pré-concebida (e romantizada) da área, quem dera as coisas fossem simples como ficar sentado tomando cafézinho e escutando os outros kkk E é triste isso, porque as pessoas entram na faculdade, se deparam com a realidade e se frustram... Eu gosto bastante da área e exatamente por não me identificar muito com essa visão clássica do psicólogo que tive mais dúvidas sobre fazer o curso ou não... mas fazendo a gente também descobre que a psico abre uma área imensa de possibilidades, coisas que antes nem pensava :3 Muito obrigada Anna <3
      beijão

      Excluir
  4. Gostei muito Bruna! Meus amigos dizem que eu tenho um lado psicóloga forte, mas vai saber né? hahaha! Fiquei curiosa: porque sociologia? O que te faz pensar nessa área? (pergunto pq é meu interesse tb) ;)
    bjs!

    ResponderExcluir
  5. Acho essa TAG bem legal. Já respondi ela no blog faz um tempão.. rs
    Acho psicologia um curso bem interessante. Cheguei a pensar nele uma vez, mas acabei desistindo. No fundo, no fundo acho que não daria certo nele.
    Mas adorei saber mais sob a visão de quem estuda. Tenho uma amiga que também faz e de vez em quando conversávamos sobre e e realmente um curso bem amplo.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com