Projeto: Universo Alternativo - Minha Visão Strega


Strega Fashion significa, em sua tradução literal, "moda bruxa". É um estilo que busca reviver a estética primordial atribuída às bruxas, a de bruxa da floresta. Utilizando-se de muitas sobreposições, peças assimétricas, saias longas, lenços e cachecóis, acessórios artesanais e a predominância do preto mas não apenas dele - na strega fashion vemos muitos tons terrosos também. 

A ideia de criar um post sobre o assunto surgiu em forma de projeto no grupo Universo Alternativo, que reúne blogueiros e leitores que curtem moda e cultura alternativa. Ele foi idealizado pela Gio do blog This is my world

Esse conceito de Strega Fashion é relativamente recente e surgiu provavelmente no tumblr, segundo o artigo (excelente) da Sana no Moda de Subculturas. O estilo não tem regras, quem o segue deve apenas buscar referências folclóricas, místicas, mitológicas ou de contos de fadas, visando atingir uma estética próxima do imaginário de bruxa da floresta. Strega Fashion não é uma subcultura, tendo em vista que não há estilo musical próprio (nem ideologia comum à todos) mas sim um estilo dentro do leque alternativo, que compartilha algumas questões estéticas com o gótico, o boho witchy e o dark mori, mas não sendo igual a nenhum deles. 

Algumas imagens que ilustram bem o Strega: 






Homens também podem partilhar do conceito de Strega Fashion, claro. As imagens de outfits foram retiradas deste tumblr. Embora ele não esteja sendo atualizado, é muito válido para entender melhor a estética e os elementos que a formam. 

Apesar de ser um estilo "sem regras", por ser inspirado no dark mori (estilo japonês) a silhueta mais comum é pouco marcada, como vocês podem ver pelos outfits, comprimentos longos e peças mais largas, sem marcar cintura ou quadril, geralmente. Na minha opinião o estilo flerta bastante com a Era Medieval, e eu realmente não gosto disso. A assimetria e as sobreposições (nesse nível) também não fazem muito o meu estilo, mas apesar disso, há algo no Strega Fashion que me atrai, talvez a relação com o paganismo, que adoro ler sobre, apesar de não seguir nenhuma religião.

Já que o projeto é livre e a intenção é mostrar a nossa visão do estilo Strega, nada melhor que montar um outfit inspirado nele, né? E foi o que fiz.









Usei meu vestido longo com fendas da Chicwish e essa blusa furadinha com pontas assimétricas por cima. Um visual bem simples, mas que achei condizente com a proposta. Pretendia fazer algo com mais sobreposições, mas a temperatura não permitiu tanto rs. De acessórios, pulseira e colar da Dark Paradise, totalmente de acordo com o estilo na minha opinião, e um anel simples com pedra.

O batom é uma misturinha do 73 da Vult (resenha) com o Vamp da Avon (resenha), que resultou num roxo maravilhoso hahaha. O esmalte é o Viúva Negra da Risqué, um preto com glitter vermelho que não apareceu muito nas fotos.

Apesar de gostar bastante das duas peças que utilizei nesse look, de um modo geral não vi muito de mim nessa produção. Não curto muito essa falta de marcação na silhueta, me sinto um pouco estranha e desconfortável. De qualquer forma, a Strega só pela parte estética não me atrai muito - mas gosto muito da inspiração e do conceito por trás do estilo, e afinal de contas, essa é a parte mais interessante. Ao meu ver, não há porque se utilizar de um estilo com um conceito tão forte sem ter interesse no que está por trás dele - no caso da Strega, paganismo, bruxaria, e talvez até wicca. É interessante porque abre a mente das pessoas que talvez não tenham tanto contato com crenças mais alternativas, e que podem vir a ter por meio deste estilo.

Adorei participar desse projeto e estou ansiosa para ver o post das outras participantes. Como a data de postagem é livre, não posso linká-las porque a maioria ainda não fez, mas para quem gosta de estilo e cultura alternativa e principalmente, de blogs deste nicho, indico o grupo Universo Alternativo, de onde o projeto saiu.

Bom, espero que vocês tenham gostado do post, não deixem de comentar ^^

Resenha: Spray Finalizador "Surf Hair" da Tutanat


Já faz um tempinho que recebi alguns produtos da linha "Modela + Trata" da Tutanat para testar. A proposta dos produtos é muito empolgante, principalmente os finalizadores que garantem texturizar o cabelo - como esse "Surf Hair", que promete ondulações naturais e despojadas, típicas do cabelo pós-praia/mar. 

Meu cabelo natural é liso na raiz e possui leves ondulações sem forma nas pontas, já o deixando com esse aspecto "bagunçado" ou "despojado", que eu honestamente não sou muito fã. Mas assim que recebi esse produto fiquei curiosa para testá-lo e ver qual seria o efeito real dele nos meus cabelos bastante finos e sem forma concreta. 


A embalagem com bico spray é fácil de utilizar e guardar. A textura do produto é bem líquida e ele é levemente esbranquiçado, tem um cheiro leve de chiclete que permanece enquanto o cabelo ainda está molhado. 

As instruções são para borrifar no cabelo e amassá-lo, no sentido de criar ondas mesmo. Eu costumo utilizar só nas pontas do cabelo, mas é possível passar em todo ele. 

A embalagem conta com 100ml de produto e dura bastante, tendo em vista que três ou quatro borrifadas do produto já são o bastante para obter o resultado desejado. 

Contém proteção UV e não resseca o cabelo. As ondas duram cerca de 3-4 horas no cabelo, após isso vão começando a perder um pouco a forma, deixando o cabelo mais liso (pelo menos no meu caso). 

Eis aqui o resultado em mim: 


ANTES | DEPOIS

Na foto do antes, meu cabelo está ao natural - só seco a raiz e a franja com secador e deixo o resto secar naturalmente. Na foto do depois, tirada no mesmo dia, apenas usei o spray com o cabelo já seco e amassei um pouco. 

Na minha opinião, o resultado é bem bacana. Óbvio que o produto não faz milagres e não é com ele que você vai ter cachos super definidos se seu cabelo é liso, mas ele deixa um ondulado leve, natural e bonito e ajuda no volume do cabelo também. 

O Surf Hair pode ser usado antes de fazer escova ou babyliss também, potencializando as ondulações. 

Realmente foi uma grata surpresa o efeito do produto em mim, não esperava algo que me agradasse tanto. Como eu faço chapinha no cabelo durante o fim de semana, prefiro usá-lo natural durante a semana para não danificar os fios, mas realmente a textura natural do meu cabelo não me agrada, e nisso esse spray tem me ajudado bastante - porque é super prático, não danifica os fios e deixa um resultado bem bacana e natural.

Ele custa R$22,90 e pode ser comprado online clicando aqui

E vocês, o que acharam do resultado? Já conheciam a marca ou essa linha de produtos? Comentem ^^

Parceria: Dark Paradise


Oi gente! É com um baita prazer que hoje venho falar um pouco sobre a Dark Paradise, mais nova parceira aqui do blog. A loja é voltada para o público alternativo e comercializa acessórios e roupas femininas - principalmente corpetes. 

Pra mim é um prazer fazer parceria com uma loja que já admirava e gostava muito, e poder indicar uma loja nacional com produtos à pronta entrega e preço justo, além de ótima qualidade. A Dark Paradise tem seus produtos divididos em categorias temáticas além das usuais, o que é ótimo para quem busca acessórios bem específicos. Coleções com inspiração pagã, gótica e boho são algumas das que vocês encontram no site. 

Alguns dos produtos da loja: 


2. Anel-pulseira R$18
3. Anel morcego R$14
4. Gargantilha R$25




1. Anel bode R$10
2. Gargantilha R$35

Para conferir as peças no site é só clicar no nome delas. A diversidade de estilos dentro do espectro alternativo que a Dark Paradise consegue imprimir nos acessórios é incrível! Tem muitas peças lindas e totalmente diferentes do que encontramos por aí. É abrir o site pra se encantar com diversas peças, foi até difícil escolher algumas para ilustrar o post porque realmente muitas chamam a minha atenção. Como sou louca por anéis, óbvio que foram os acessórios que mais me prenderam no site - o de bode é genial e o de morceguinho é uma graça, há outros modelos muito interessantes também. As gargantilhas também são um ponto forte - muito trabalhadas, ótimas para serem usadas com corpetes tomara-que-caia. 

Agora vou mostrar as coisas lindas que a loja me enviou. 


Pra início de conversa, o carinho e a atenção da loja já se mostram na caixinha: em formato de caixão, com um morceguinho em cima. Fiquei louca por essa caixa quando vi HAHAH Já está fazendo parte da decoração do meu quarto <3 

A Dark Paradise me enviou três peças lindíssimas, que vocês conferem nas fotos abaixo: 


A pulseira de pentagrama que eu realmente não tiro mais do braço, hahaha. Nunca fui muito de usar pulseiras, questão de hábito mesmo, mas essa me fez mudar isso, estou usando praticamente todos os dias rs. Adoro pentagramas e essa pulseira é simples, discreta mas muito bonita. O link dela no site é esse aqui


Esse lindo colar triplo com pentagrama e cristais <3 Realmente incrível essa peça, aquele tipo de acessório que sozinho já basta pra deixar tudo mais bonito. Tem dele no site com três opções diferentes de cristais, confira aqui


E essa gargantilha de courino com pingente de triquetra. Adoro a simbologia da triqueta e estava mesmo procurando um colar ou gargantilha com o símbolo, imaginem minha felicidade ao me deparar com esse aqui hahah. Não encontrei o link específico desta gargantilha, mas no site há vários acessórios com o mesmo símbolo, para quem procura. 

- A loja disponibilizou um cupom de desconto para os leitores do blog, basta digitar chanelfake ao final da compra para obter 10% de desconto ^^ 

Como métodos de pagamento, a Dark Paradise trabalha com o sistema PagSeguro e por ele, além de cartão de crédito e transferência dá pra pagar por boleto bancário (o que é sempre uma vantagem pra quem não possui cartão de crédito). 

E vocês, já conheciam a loja? Gostaram dos produtos? Quero saber a opinião de vocês nos comentários <3

Filmes Assistidos Recentemente


Essa foi uma semana de provas para mim, e portanto, tive pouco tempo para assistir filmes. Mas ainda tinha um visto no fim de semana e aproveitei um pouco do tempo livre para assistir outros dois curtinhos - e muito bons também. Hoje as indicações estão bem variadas: animação, drama nacional e documentário. 

1. Persépolis
(animação, drama)


Marjane Satrapi é uma garota iraniana de 8 anos, que sonha em se tornar uma profetisa para poder salvar o mundo. Querida pelos pais e adorada pela avó, Marjane acompanha os acontecimentos que levam à queda do xá em seu país, juntamente com seu regime brutal. Tem início a nova República Islâmica, que controla como as pessoas devem se vestir e agir. Isto faz com que Marjane seja obrigada a usar véu, o que a incentiva a se tornar uma revolucionária.


Que animação incrível! E isso vindo de mim, que definitivamente não sou fã de animações - mas essa conquistou meu coração logo nos primeiros minutos e entrou para minha lista de favoritos. É baseado num livro, cuja história é real. Consegue tratar de uma temática tão triste e pesada de forma tão leve, encantadora e inspiradora. Desconstrói os estereótipos de mulher muçulmana enquanto Marjane cresce e é extremamente emocionante, não consegui evitar o choro. Excelente filme, bastante singular. Fiquei realmente encantada com Persépolis. Para assistir online, clique aqui.  

2. O Lobo atrás da Porta
(drama, nacional)


Numa delegacia, um homem, sua mulher e a amante dele são interrogados. Arrancados pacientemente pelo detetive, um após o outro, seus depoimentos vão tecendo uma trama de amor passional, obsessão e mentiras que levará a um final completamente inesperado.


Eu já declarei meu amor pelo cinema nacional em inúmeros posts desse blog, e O Lobo atrás da Porta só veio para reforçá-lo ainda mais - é aquele tipo de filme que me dá raiva do complexo de vira-lata que faz tanta gente criticar nosso cinema sem nunca ter assistido algumas de nossas grandes obras. Inspirado por uma história real, a atmosfera de suspense do filme conquista logo nos primeiros minutos, a curiosidade é extremamente instigada a medida em que a trama se desenrola e o final vem para nos surpreender e consolidar a obra. Ainda tem a Leandra Leal no elenco, uma das minhas atrizes nacionais preferidas e que faz uma atuação fantástica no filme. Tem algumas cenas fortes de violência contra a mulher que me chocaram um pouco, mas nada é sem propósito dentro da trama. Para assistir online, clique aqui

3. No Porão 
(documentário)


As pessoas tem as obsessões mais inimagináveis. Ópera, mobília cara, sexo, exercícios físicos, nazismo, chicotes, amor, cobras, bonecas e armas são alguns dos vícios retratados neste documentário. O que as pessoas escondem dentro de suas casas e de seus porões podem ser coisas extremamente estranhas. 


Mesmo tendo mais de oitenta filmes na minha lista de "quero ver" do filmow, as vezes simplesmente entro em sites de filmes e escolho algum aleatório cuja sinopse me chame a atenção no momento - esse documentário é um deles. Inúmeras pessoas e seus hábitos são expostos nele, não há nada chocante ou pesado, só algumas coisas que podem causar estranhamento. É um bom documentário, o início é um pouco monótono mas mesmo assim instiga a curiosidade, e gostei dele, só senti falta de um propósito. Parece que algumas coisas só são mostradas para servir ao julgamento alheio, sem intenção de questionar sobre nada ou sem conceito algum por trás e confesso que isso me incomodou um pouco. Mesmo assim, é um bom documentário, a temática é interessante. Para assistir online, clique aqui


E por hoje é só :) Já assistiram algum destes? Viram algum bom essa semana? Podem me indicar filmes também, vou adorar ^^

OOTD: I don't believe in humans


Oi gente! Na semana passada eu recebi duas peças da Sammydress, esse cropped com estampa de alien e o short preto com cintura alta. Até que chegou rápido (cerca de 40 e poucos dias) e felizmente não foi taxado.

Eu já estava um pouco desacreditada de voltar a usar short jeans, já que só tinha um que me servisse e não acho mesmo muito confortável a peça, mas a verdade é que um short preto quebra muitos galhos, e decidi arriscar nesse aqui. Serviu muito bem e deu tudo certo, fiquei feliz com isso :) Quanto ao tamanho, o site tem uma tabelinha bem fácil de se achar. Eu visto 38 no Brasil e pedi o 31 na loja, que acho que equivale ao 40 daqui. Ficou aquele folgadinho confortável, porque short ultra justo eu não encaro mais não. O comprimento dele é bem legal também, e tem uma barrinha costurada que pode ser desfeita a costura, pra deixá-lo um pouco maior. Eu prefiro mil vezes uma saia ou um vestido, mas no calor um short faz falta também né, hahaha. 

Cropped também não é uma peça muito comum de me ver usando, mas eu não resisto a uma estampa de aliens, né. Apesar desse ser bem simples, gostei da frase. Imagino que com saia longa ele vá ficar bem legal também. Vocês costumam usar cropped?

Como aqui no RS depois de vários dias de chuva fez um calorzinho, usei só o top e o short com o kimoninho de renda por cima. Gostei da combinação, simples, confortável, fresca e bonitinha :)







Cropped: Sammydress | Short: Sammydress | Coturno: Vilela Boots




A pulseira de pentagrama é da Dark Paradise, em breve vou fazer um post só sobre a loja, que agora é parceira do blog. Mas já adianto que estou apaixonada pelas coisas lindas que tem lá, pelos acessórios lindos que recebi e também pela caixinha em formato de caixão (que mostrei lá no instagram) hahaha :p A loja também disponibilizou um cupom de desconto para os leitores, é só digitar chanelfake ao final de alguma compra para receber 10% de desconto

O garter - esse acessório usado na perna - é do aliexpress, em breve farei um post sobre as últimas comprinhas que fiz no site (só coisinha barata, que a alta do dólar não deixa gastar muito hahah)

O batom é o preto da Color Make e o esmalte é o Hip Hop da Ana Hickmann, um dos azuis mais lindos que já vi *o*

Bom, espero que vocês tenham gostado do post de hoje, não esqueçam de comentar ^^ 

DIY: Strappy Pentagram Bra/Sutiã com Pentagrama


Oi gente! Lembram do look da semana passada, com vestido e strappy bra aparecendo no decote? Pois então, eu que me aventurei pelos modelos mais simples decidi tentar de vez um que já era apaixonada: o de pentagrama invertido. Achava que era mais difícil de fazer, e portanto, comecei pelos mais simples (com duas ou quatro tiras simples). Mas me surpreendi porque o de pentagrama também é ultra simples e tu gasta menos de R$5 nessa customização - e o efeito fica lindíssimo! 

Levei cerca de 15min para fazer o meu e fotografei os passos para auxiliar vocês. 

Para fazer esse sutiã com pentagrama no colo é necessário ter: 
-  elástico (utilizei cerca de 1m) e é possível comprar em qualquer loja de aviamentos;
- um sutiã, claro;
- para prender as tiras você pode escolher a forma que achar melhor: colando, com cola para tecido ou cola quente ou costurando. 

Como eu já havia dito no post do look, para fazer o strappy bra simples eu utilizei o tutorial da Soraya do Mistureba Chic. Para fazer esse, fiz algumas alterações. Não comecei costurando porque é um pouquinho mais difícil, mas como também não tinha cola para tecido disponível e não confio muito em cola quente, utilizei super bonder para colar as tiras nos locais corretos e depois, por cima, costurei. Foi bem mais fácil assim, pois as tiras já estavam coladas no local correto e não ficavam se mexendo durante o processo de costura (que é super simples, não precisa saber costurar pra fazer). 


Então, para iniciar o processo, comecei vestindo o sutiã e medindo no próprio corpo o tamanho das duas tiras iniciais - nessa hora, é ideal cortar um pedaço ligeiramente menor de elástico do que o necessário, para que ele fique bem firme no corpo, e não alargue posteriormente. 

Após ter as duas tiras em mãos, tirei o sutiã do corpo e colei as pontinhas delas na parte interna do sutiã, exatamente no local marcado pelo alfinete na primeira foto da montagem, bem centralizado. Dá pra colar na parte externa do sutiã também, não tem problema, mas preferi colar por dentro porque não aparece né rs. 


As outras duas pontas que ficaram soltas devem ser coladas, uma em cada alça do sutiã, nas extremidades superiores, um pouco abaixo dos ombros. Novamente, colei por trás da alça do sutiã para não aparecer e cortei o pedaço de elástico que ficou sobrando. O resultado ficará como na imagem acima. Esse é basicamente o strappy bra simples e também o início do de pentagrama. 


Depois de coladas as duas tiras iniciais, medi no corpo uma terceira tira - horizontal, de uma alça à outra do sutiã. Novamente sugiro cortá-la um pouquinho menor que a marcação, para não esticar no corpo. Depois disso, é só colar as pontas, uma em cada alça do sutiã. O resultado ficará como o da imagem acima. 


Agora é que a forma do pentagrama irá aparecer! Novamente, meçam (sempre no corpo, para não errar) duas tiras - da ponta inferior de uma alça até a ponta superior da outra, como mostra a imagem. Então é só colar, uma de cada vez. 

E pronto! Super fácil, né? Realmente não tem mistério algum e o resultado é muito bonito, fica ótimo para usar com regatinhas decotadas, é um detalhe simples que faz toda a diferença. 

Eis aqui o resultado final, migas: 


Ah, e nas lojas de aviamentos tem (geralmente) várias espessuras diferentes de elástico. Vocês podem fazer com a grossura que acharem melhor, eu comprei esse que não era o mais fino mas também não era muito grosso e gostei do resultado, mas ainda quero fazer outro com um elástico mais grosso.

Também dá para incrementar as tiras com spikes ou rebites - que também encontramos nessas lojas de aviamentos. 

Algumas inspirações pra vocês:




Deu ou não deu vontade de fazer? hahaha O mais legal é que é uma customização super simples, rápida, fácil e barata de fazer. E que diferença que faz num outfit com um vestidinho preto liso, como na segunda montagem né? :D 

Também dá pra fazer com outros materiais, como tiras de couro e incrementar com argolas ou outros enfeites, vai da criatividade e da habilidade manual de cada um, confesso que eu não tenho muita hahah

Bom, espero que vocês tenham gostado do DIY, não esqueçam de comentar e me mandem fotos se fizerem, vou adorar ver <3 

Filmes Assistidos Recentemente


Oi gente! Os filmes de hoje foram todos assistidos durante o fim de semana passado, já que durante a semana eu só consegui assistir a uma nova série que iniciei: The Last Ship, que estou gostando bastante por sinal. Todos os filmes são muito bons, espero que vocês gostem das indicações :D 

1. Magnólia
(drama)


Big Earl Partridge é um produtor de TV à beira da morte que deseja reencontrar o filho. Phill é seu dedicado enfermeiro e Linda, sua jovem esposa. Frank, um célebre guru machista, é o filho que Big Earl procura. Jimmy Gator é o apresentador de um famoso programa de TV que também está com câncer e procurando se entender com a filha Cláudia, cocainomaníaca. Stanley é um garoto-prodígio manipulado pelo pai oportunista. O ponto comum entre essa gente? Todos vivem num bairro de Los Angeles cortado por uma rua chamada Magnólia. Mas, antes que este círculo de personagens se feche, o espectador ainda terá muitas surpresas...


Magnólia é um filme de 99 que estava há tempos na minha listinha, mas por ser um filme bem longo (quase três horas) sempre ia adiando... Mas um fim de semana frio e chuvoso é útil pra assistir esses filmes intermináveis, né? Gosto bastante dessas tramas cheias de histórias paralelas com pontos em comum, e esse filme é cheio de simbolismos e histórias interessantes, embora eu tenha achado um pouco cansativo - mas filmes longos sempre provocam esse efeito em mim. Apesar de ter gostado bastante dele,  não foi um filme que me marcou - a vida tem dessas coisas, afinal de contas hahaha. Para assistir online, clique aqui

2. Festim Diabólico
(policial, mistério)


Dois amigos caçadores de aventura estrangulam seu colega de classe e organizam uma festa para a família e amigos da vítima, servindo refeições em uma mesa que na verdade é um baú que guarda o cadáver dele. Quando a conversa do jantar gira em torno do assassinato perfeito, o ex-professor  fica cada vez mais desconfiado que seus alunos converteram suas teorias intelectuais em uma realidade brutal.


Inicialmente, quis assistir esse filme por ser dirigido pelo Hitchcock (de Psicose e Janela Indiscreta), já que a sinopse não havia me chamado muito a atenção e o gênero não faz exatamente meu tipo. Mas ainda bem que quis assistir, porque é um filme excelente! Tendo apenas 1:20h, consegue criar uma atmosfera extremamente tensa sobre um crime cujos culpados já são revelados no primeiro instante do filme. Realmente genial! Um filme de 1948 que parece absolutamente atual. Sem contar que a trama se passa inteiramente num único cenário, sem cortes de cena, e a fotografia é muito bacana também. Para assistir online, clique aqui

3. Um Sopro no Coração
(drama, comédia)


Laurent, de 15 anos de idade, vive em Dijon no seio de uma família burguesa de tradições rígidas. Não se dá muito bem com seu pai, nem com seus irmãos. É apaixonado por sua mãe, Clara, mulher muito livre que está cansada do marido. Laurent está naquela idade quando tudo é revolta. É a transição da infância para a adolescência, são as primeiras experiências sexuais. Depois de uma escarlatina, contrai um problema no coração, e vai se tratar em uma estação climática, acompanhado de sua mãe. Longe de casa, com todo o tempo do mundo só para eles, aprofundam essa relação de paixão que os une. 


Um filminho do início dos anos 70, muito polêmico pra época por trazer o incesto como temática, mas que é bastante sutil. É um filme de uma sensibilidade ímpar, realmente uma obra-prima, que ainda consegue abordar vários temas paralelamente, como família e religião, e ter cenas engraçadíssimas em meio ao drama. É um filme longo, de ritmo mais lento, mas que não cansa o telespectador em momento algum. Excelente filme, só não consegui decidir se meu preferido do post foi ele ou o anterior rs. E que filminho difícil de encontrar na internet! Procurei até nas locadoras e não encontrei, e definitivamente não achei para assistir online. Mas se quiserem, aqui tem o link do download.

-

E vocês, assistiram algum filme bacana essa semana? Já viram algum dos que indiquei hoje? Me contem aí nos comentários <3