Leituras do Mês: Maio


É, maio acabou e estamos oficialmente na metade do ano: aquele maravilhoso momento que você para e se questiona "já estamos em junho? onde eu estive esse tempo todo?", não é? :P HAHAHA Nesse mês, como de costume, li três livros - o segundo da fantástica trilogia Millennium e mais dois livros menores. Confere só o que achei de cada um: 


O primeiro livro do mês foi o grandioso A Menina que Brincava com Fogo, segundo da trilogia Millennium. Gostei muito mais desse do que do primeiro, mas não sei dizer se é porque li o primeiro depois de ter assistido ao filme e portanto, já sabia de tudo o que ia acontecer, o que não se repetiu com o segundo livro. Mas a história do segundo me prendeu totalmente, tanto que eu li as mais de seiscentas páginas em cinco dias, rs. 

O foco do segundo livro recai muito mais sobre a Lisbeth Salander do que sobre o Blomkvist, o que contribui para eu ter amado esse livro, já que a Salander é minha personagem favorita. A trama tem bastante mistério e é muito densa, assim como o primeiro volume, com Lisbeth sendo acusada de assassinar seu tutor e dois jornalistas prestes a denunciarem crimes de tráfico sexual. Mikael surge como investigador, tentando provar a inocência de Lisbeth, ao mesmo passo em que tenta se reaproximar dela, já que houve uma ruptura entre eles no final do primeiro livro. 

O prólogo deste livro é incrível e nos faz querer ler todo o resto rapidamente. O início é lento, mas a leitura é muito fácil e prazerosa. Logo no começo percebemos que Lisbeth está um pouco diferente, mais madura, e é muito interessante acompanhá-la. Já comecei a ler o terceiro volume da trilogia (com o coração na mão porque vai acabar D:). Essa é uma trilogia policial que realmente vale a pena.


O Sol é para Todos, da escritora Harper Lee, eu encontrei num sebo por R$2 há algum tempo, e só no mês passado li. Ele foi escrito nos anos cinquenta, tendo como tema central o preconceito racial. E o que torna a narrativa dele totalmente incrível e original é o fato de ser narrado em primeira pessoa por uma criança - e aos olhos dela, o preconceito faz ainda menos sentido. 

A história se passa numa pequena cidade do Alabama, nos anos 30. A narradora é Jean Louise, Scout, que vive com seu irmão Jeremy e seu pai, o advogado Atticus Finch, e as duas crianças passam o verão brincando com Dill. Atticus é nomeado advogado de defesa de Tom Robinson, um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca, e o julgamento dele é o grande ápice da trama. 

Scout começa a narrativa com seis anos e a termina com oito. Ela e Jememy não compreendem o porquê das pessoas da comunidade agirem de forma racista. O mundo visto pela ótica das crianças parece muito mais injusto, mas como Atticus mesmo diz, ao crescerem, as crianças vão perdendo a sensibilidade e passam a se importar cada vez menos com essas injustiças, passando assim a reproduzi-las também. Foi um livro que me surpreendeu muito, me emocionou em diversas partes e mesmo sendo um clássico, a linguagem é muito acessível e fácil de ler. Uma pena que esse seja o único livro dessa autora, mas fiquei feliz de saber que provavelmente ela escreverá uma continuação dele - mais de cinquenta anos após o primeiro ser lançado. Ele teve adaptação para o cinema também. 


O terceiro e último do mês foi O Futuro de uma Ilusão, um texto com cerca de cem páginas, do Freud. Gosto bastante dessas edições da LP&M do Freud e de outras personalidades importantes porque são fáceis de ler e tem preço acessível. A leitura de Freud geralmente é um pouco maçante, mas esse livro em particular eu gostei bastante e por ser curto, li em cerca de três dias sem pretensão alguma de ler rápido. 

A ilusão do título de Freud é a religião, que ele considera como sendo "a neurose obsessiva universal do homem". Esse texto é um ensaio de abordagem psicanalítica sobre a questão da necessidade de religião para o homem e para a sociedade. 

Eu, como estudante de psicologia, não tenho uma paixão enorme pelo Freud nem pela psicanálise, mas em alguns pontos eu realmente gosto muito dos escritos dele. Assim como em Psicologia das Massas e Análise do Eu, que ele levanta questões interessantíssimas sobre o comportamento das pessoas em grandes grupos e a despersonalização, os questionamentos de Freud acerca das religiões são excelentes e mesmo que mais de oitenta anos depois, ainda muito atuais. A necessidade do homem de se apegar em mitologias que ele próprio não crê com totalidade, a necessidade da religião para domínio da animalidade no ser humano, a ligação dessa necessidade com a sensação do desamparo comum às crianças são algumas das questões levantadas. Já imaginando as críticas que receberia em resposta às teoria que formula, Freud mesmo as responde no decorrer do livro. Foi uma leitura muito interessante, e creio que, numa das primeiras vezes, não pude deixar de concordar com a maior parte do que Freud disse. 


E vocês, já leram algum desses? O que acharam? Me contem sobre o quem tem lido aí nos comentários <3

9 comentários:

  1. Háaa caramba sou louca pra ler esse livro O sol é para todos, que pechincha em ? 2 reais
    seu post me fez lembrar dele, preciso lê-lo

    http://www.morenaemoderna.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suellen! Esse livro é muito bom, e realmente, foi uma sorte tê-lo encontrado por esse preço, por isso eu amo sebos rs.
      beijos

      Excluir
  2. Nossa.. nem fala.. eu até agora tô procurando o quê de útil eu fiz esse ano e ainda não descobri... rs
    Sobre os livros, não li nenhum ainda, mas livros sempre me interessam. Depois vou querer ler todos ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mone! HAHAHA eu tô na mesma, só que estou procurando algo de útil nos meus vinte anos de vida rs
      beijos

      Excluir
    2. shaushaushau... poxa, eu falei esse ano só pra não ficar muito traumatizada, mas se for considerar minha vida inteira, ferrou... rs
      bjin

      Excluir
  3. Ah não li nenhum ainda Bru :( Pra falar a verdade faz tempo que não leio, estou meio sem tempo.. Mas assim que der lerei alguns, Freud é demais, então o livro deve ser bom demais! :)
    Beijocas

    www.rotinaerabisco.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lari! Eu não gosto muito da linha psicanalítica, mas o Freud é um ótimo escritor, ainda mais quando os temas são interessantes. Esse é curtinho e fácil de ler, acredito que tu vai gostar.
      beijos

      Excluir
  4. Gostei da sinopse do primeiro livro :)
    E caramba, dps de 50 anos a autora vai fazer a continuação?? o.o Se fosse nos dias atuais as pessoas morreriam de tanto esperar, haushaushau
    Eu ñ tenho nenhuma opinião formada a respeito do Freud, a não ser pelo oq as pessoas comentam e tals, mas gostei desse resumo que tu fez a respeito do livro, parece ser um tema bem interessante ;)
    Beijão mlr ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna! A trilogia Millennium é demais, sério, tu devia ler! Eu tenho uma grande preguiça de trilogias/sagas em geral, mas essa realmente é demais. Estou lendo o último livro agora e adorando. Hahahah, e pois é, acontece que essa autora só escreveu esse livro, sabe? E ele fez um baita sucesso, teve até adaptação pro cinema, mas ela nunca escreveu mais nada - e agora ela anuncia que vai fazer uma continuação do livro auhhauhuahua O Freud tem pontos bons e ruins, ele era um homem muito inteligente e foi/é muito importante para desmistificar a sexualidade e a psique, mas no Brasil existe uma forçação de barra com a psicanálise nos cursos de psicologia, sabe? É dado muito mais atenção pra essa linha do que pras outras, e isso me deixa bastante contrariada. Mas ele é um ótimo escritor, e esse livro em especial eu gostei bastante.
      beijão

      Excluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com