Todo mundo é o idiota de alguém


Eram seis horas. Fim de tarde, começo de noite, como queira chamar. Horário de pico, metrô lotado. Um calor humano desconfortável e um encostar de corpos desconhecidos ainda mais. O trem aproximava-se da penúltima estação e nesta, muitas pessoas desceram. Nesse momento o ar se tornava respirável novamente. 

E foi nesse momento que ele a viu. Enquanto passeava os olhos, sem pretensão alguma, entre as pessoas sentadas nos bancos do trem. Em sua maioria, rostos cansados inexpressivos vidrados em telas eletrônicas. 

Ele estava em pé - cabelo curto e escuro, jeans, camiseta preta e um tênis que mostrava já ter vivido pelo menos uns bons cinco anos. As tatuagens fechando o braço que segurava o ferro do trem enquanto o outro, trêmulo, segurava um livro do de capa dura e amarelada.

E então, ele a viu. 

Ela era uma garota bonita, afinal de contas. De camisa rosa-claro abotoada quase até a gola, excetuando-se apenas o último botão. Pele muito clara, unhas de um vermelho clássico. Calça social e sapatos de salto fino. Sapatos de salto fino com spikes enfeitando a parte de trás. 

Agora os spikes enfeitam os sapatos das madames. Custam mais de três dígitos e deixam os pés doloridos e machucados ao final do dia, pensou.

Ele continuou avaliando a moça: maquiagem impecável em pleno trem das seis. Parecia extremamente confortável metida em sua camisa de mangas longas, mesmo que ele estivesse suando na camiseta de tecido fino. Tinha os cabelos loiros bem claros, cara de rica, jeito de universitária. 

Cara de quem é bancada pela mamãe, lhe ocorreu. 

E como as leis da vida comprovam, é improvável que você encare alguém sem ser visto de volta. E quando ela finalmente olhou pra ele, deu uma boa olhada. De cima à baixo. Dos pés a cabeça. Algumas vezes. 

Os olhos dela só expressavam uma coisa: o quanto ela o achava medíocre. Ridículo. 

E quando a porta do trem se abriu e ele percebeu que aquela era finalmente a sua estação, pôde compreender. 

Todo mundo é o idiota de alguém. 

15 comentários:

  1. Nossa com total razão, o que é esplendido para mim pode ser ridículo para alguém.
    Adorei o texto, ficou perfeito, refletindo exatamente o que acontece em nosso dia-dia.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paola! É verdade, as vezes aquilo que nós mais gostamos em nós mesmos vira motivo de piada pros outros ;) Muito obrigada ^^
      beijos

      Excluir
  2. Ual, é o que tenho para te dizer. Simples, mas com aquele toque a mais,sabe? Arrasou!
    Beijos

    http://www.mufevblog.com/

    ResponderExcluir
  3. Puta, maior verdade cara. Esse negócio de julgamentos em uma simples olhadela, eu acho ridículo. www.black-and-rebel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! Pois é, e é algo que acontece muito no dia-a-dia, né?
      beijos

      Excluir
  4. Excelente texto!
    A vida é bem assim mesmo.. as pessoas se julgando apenas pela aparência. Um olhar e mais nada já é o suficiente pra alguém falar que outra pessoa é isso ou aquilo... acho que precisamos parar de julgar o outro e olharmos mais para dentro de nós mesmos. Assim o mundo será um lugar mais agradável... ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mone! A gente se sente tão superior a ponto de acreditar que a imagem que fazemos de alguém corresponde a realidade daquela pessoa, né? hahaha Muito obrigada.
      beijos

      Excluir
  5. NOSSA! Nunca li nada parecido, mas agora que você me fez pensar, isso é verdade. Nunca tinha reparado isso sabia? rs Enquanto a gente esta "reparando" o outro, ele pode estar nos "reparando" de volta.
    Minha mãe sempre diz que a vida é um espelho, então, acho que é isso, todas as suas atitudes e ações voltam refletidas a vc, como a sua imagem no espelho.
    Adorei o texto ♥

    www.pumpcolor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lavinia! Ah, que bacana que eu te fiz pensar em algo que tu nunca tinha pensado <3 É bem assim mesmo. Muito obrigada ^^
      beijão

      Excluir
  6. Eu amo suas crônicas! Aliás, adoro tudo que você escreve, mas as crônicas são sempre demais. Sempre impecáveis, bem escritas, que nos transportam para a situação. Sou sua fã :)
    Beijo

    www.blogrefugio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecília, que lindo ler isso, sério, muito obrigada <3 Isso que dá mais vontade de continuar escrevendo.
      beijão

      Excluir
  7. <3 Nossa, que bem escrito! Tão dificil achar blogs que vão além da futilidade.
    Realmente, todo mundo é idiota de alguém, gostei.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sarah, muito obrigada! <3 Fico muito feliz que tu tenha gostado.
      beijão

      Excluir
  8. É o que eu sempre falo para minha irmã, você pode achar alguém com estilo extremamento ridículo, mas talvez para a tal pessoa o ridículo na verdade é você! Amo ler seus textos. ♥

    Prazer, Jéssica

    ResponderExcluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com