Ninguém é obrigado a ser bonito 24h por dia


Esses dias estava lendo o blog da Glena, o My Name is Glenn e me deparei com um texto (muito bacana, por sinal) e uma frase que alguém comentou numa foto dela - como ela tinha coragem de postar uma foto em que apareciam suas olheiras. Associei com alguns comentários que eu mesma já ouvi (e creio que todas as mulheres também), e sobretudo com coisas que leio no instagram e no blog Depois dos Quinze - e tenho pena de todas as merdas que a Bruna Vieira tem que ler, porque olha, não são poucas - e me deu vontade de escrever um pouquinho aqui.

Faz tempo que os fiscais do corpo alheio existem, não é de hoje não. Mas a internet facilitou muito isso. O anonimato que muitos sites possibilitam e a sensação de coragem que estar atrás de uma tela passa, provoca sentimentos estranhos nas pessoas. Talvez exponha uma parte delas que não viria à tona sem algumas condições específicas, ou talvez elas só libertem um pedacinho da podridão que habita seus corpos. Mas deixa eu contar uma coisinha muito importante - se a aparência dos outros mexe tanto assim com você, talvez o problema não esteja realmente nos outros.

Nós, mulheres, somos estimuladas desde cedo a "competir". Quem de nós nunca ouviu que "ter amizade com homem é melhor porque mulheres são muito falsas"? Me enoja ter que escrever essa frase. É tanto machismo que não há nem o que dizer sobre. Mulheres não são falsas. Não há nada no nosso DNA que nos programe pra isso - a convivência social nos transforma em reprodutoras dessa vigilância do corpo umas das outras. E isso é benéfico pra sociedade porque ninguém precisa se preocupar em ouvir nossas vozes, porque elas estão soando alto demais enquanto nós discutimos umas com as outras. Isso não está certo.

Talvez a realidade seja um pouco dolorosa, mas é preciso aceitar - pessoas tem olheiras. Pessoas tem rugas, cicatrizes, estrias e mais um montão de coisa. Nada disso nos torna menos especiais - até porque, isso faz parte do ser humano e uma hora ou outra, todo mundo vai ter. Aprenda a lidar com isso - e seja mais flexível enquanto julga as "imperfeições" dos outros e esconde as suas próprias. Ninguém precisa ser um robôzinho sempre perfeito aos olhos dos outros para merecer respeito, admiração ou ter apenas importância como ser humano.

Fulana não é gorda porque se permite comer um doce gostoso de vez em quando - e se for, qual o problema? O que isso muda na sua vida? Porque a importância das pessoas precisa ser medida pela aparência delas, pelas roupas, por quantos kilos elas pesam? Essas pessoas nunca param pra pensar que, ofendendo publicamente uma pessoa, não estão ofendendo apenas ela? Porque se você comenta no instagram de uma menina com corpo absolutamente normal que ela é gorda demais para vestir tal roupa, muitas outras meninas vão ler isso também. Meninas que não tem o corpo dela. Meninas que pesam mais que ela - e esse julgamento também vai pesar mais sobre essas meninas. Todas nós já fomos pré-adolescentes e sabemos bem como esse tipo de coisa afeta a mente de uma criatura que ainda não tem a personalidade totalmente formada, que ainda é muito vulnerável à julgamentos alheios.

Talvez sejam só algumas pessoas amarguradas descontando suas frustrações nos outros, ridicularizando o "politicamente correto" - e como eu odeio esse tipo de coisa - e dizendo que "hoje em dia não se pode mais brincar com nada". Mas não é brincadeira. Não é humor - não seria se fosse direcionado a você, então por favor, não seja tão hipócrita. Em que momento a internet se tornou essa terra de ninguém onde é completamente aceitável dizer qualquer coisa que passe pela cabeça, sem a mínima preocupação se vai ou não ofender o próximo? Todos nós sabemos perfeitamente distinguir um "você é ridícula" de um "não gostei muito, não faz meu estilo" - então sim, dá pra saber como se portar. Porque honestamente, ninguém vê alguém na vida real parando fulana ou ciclana no meio da rua pra dizer que o novo corte de cabelo desta ficou ridículo ou que a roupa daquela é horrível e não favoreceu em nada - então porque na internet é menos absurdo fazer isso? É sempre bom ter em mente que, quando não existe nada que você possa acrescentar de bom ou de produtivo, o melhor é ficar calado mesmo. E aquela máxima que ouvimos muito quando somos crianças - de que não se deve fazer ao próximo aquilo que não queremos que seja feito com a gente - é sempre válido.

Então, por favor, se o corpo de outra pessoa te incomoda - não olhe. Criticar na internet não vai fazer essa pessoa mudar - e nem deveria, porque cada um é dono de si próprio e isso já é suficiente. Não gaste seu tempo com essas bobagens. Pegue toda essa frustração que existe dentro de você e desconte em algo mais útil - ou simplesmente pegue o livro mais próximo e vá ler um pouco. 

17 comentários:

  1. Gostei muito do texto, não podia concordar mais! Há uns dias a Bruna Vieira publicou um video onde falava de um tema muito parecido. Enfim, só acho que se a pessoa se dá ao trabalho de criticar tanto o outro, é porque lhe falta amor-próprio.

    Dica: Separa os parágrafos com um espaçamento mínimo, tipo não deixes um parágrafo logo abaixo do parágrafo anterior, faz assim como eu fiz agora (deu para entender? rsrs). o texto é grande (e ótimo), mas isso acaba por cansar a vista e acredito que muita gente não vai ler o texto todo assim. Se separares os parágrafos fica muito mais fácil! Mas isso fica ao teu critério ^^

    Beijos
    http://diariodeumafricana.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sandra, muito obrigada! Antigamente eu costumava separar, depois perdi o hábito, agora atualizei esse texto aqui separando. Muito obrigada pela dica! ;)
      beijão

      Excluir
  2. Escreveu bonito. Quando era menor, me sentia incrivelmente ridicularizada por comentários desse tipo, e me afetava, me deixava mal, me fazia comer menos, passar mais maquiagem. Pare. Faz um bom tempo que eu não me importo com que os outros estão comentando, acho que se eu sou feliz assim, tudo certo. Assim como qualquer outra pessoa. Muito bom seu texto ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelly! Isso afeta/afetou todas nós, né? Principalmente quando somos novinhas, é difícil lidar.
      Muito obrigada, beijos! :D

      Excluir
  3. Muito bom o texto, estou extremamente cansada de ouvir tantad asneira dessas pessoas que insistem em apontar defeitos nos outros. E olha, não são só quem está acima do peso, eu que sou magra sou obrigada a ouvir essa gente burra. São muitos comentários do tipo: "Nossa, como você é magra" ou "Mais magra que vc só as anoréxicas" ou "Você precisa de peito, tem que botar sei lá quantos ml de silicone". Eu não tenho que botar droga nenhuma, e se você me acha assim tão magra pára de reclamar que está gorda, viva feliz com seu corpo e pare de criticar o meu!!! É cada um absurdo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleicy! Pois é, esse "policiamento" do corpo alheio ocorre com todas nós, qualquer mulher sofre com isso - e é triste que a gente reproduza esse comportamento.
      Muito obrigada pela visita, beijão!

      Excluir
  4. Amei o post.Também estou cansada dessa imposição da beleza em nossa sociedade.Essa obrigação de está sempre maquiada e de cabelo alisado,enche a paciência
    Reflexoesdaminhamentedoida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Parabéns !! Super importante essas palavras. Infelizmente o mundo esta cada vez mais crítico ;((

    ResponderExcluir
  6. Na verdade é que as pessoas se preocupam demais com a outras......
    O texto está ótimo adorei!

    Beijos;)
    * Blog da Pâm

    ResponderExcluir
  7. Poucas pessoas têm coragem de dizer o que você escreveu, Bruna. Principalmente nas blogosfera que as pessoas acham que para ter um blog você precisa ser "perfeita" diante dos padrões que a sociedade impõe. Mas nós podemos ser lind@s do jeitinho que nós somos. E eu acho que pra todo esse julgamento de beleza parar, cada um tem que olhar para si mesmo e se amar como é.

    blogsegurame.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. ESTOU APLAUDINDO ESSE TEXTO DE PÉ, sociedade!
    Essa questão de sermos educadas pra competição e pra vigilância alheia me incomoda muito, está muito enraizada culturalmente e somos levadas a isso sempre, é difícil remar contra a maré, mas poxa. Todo mundo precisa de um pouco de crítica e o que o mundo mais tem é gente sem noção. Penso que nem você, imagino que deva ser um saco ter que lidar com uma enxurrada de comentários idiotas todos os dias, de pessoas que nem pensando no que estão fazendo, pelamor. As pessoas não conseguem enxergar que isso é natural? A vida não é perfeita e é por isso que é bonita, acho sinceramente, que essas coisas tem que ser mostradas sim: falta de maquiagem, olheiras, roupas de andar em casa, até pra que as pessoas vejam que isso é perfeitamente aceitável, ninguém tem que ficar se cobrando pra aparentar sempre bem, por favor. A gente precisa relaxar e aceitar, se não concordar, ser educado ou simplesmente repensar antes de escrever algo direcionado a alguém, que pode ofender, incomodar e pior, refletir o quanto somos imbecis :/


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  9. Isso é verdade, viu... Sempre que eu entrava no instagram de uma pessoa que eu achava muito bonita e que eu admirava, sempre tinham comentários maldosos ofendendo a pessoa. E isso fazia eu me sentir pior ainda, eu pensava "Poxa, se acham ela feia. O que devem achar de mim?". Era muito ruim.
    Na escola também, sempre tinha alguém para ofender meu cabelo ou meu corpo fingindo estar falando isso "pelo meu bem". Depois que fui aprender a ser bem arrogante com esse tipo de pessoa ao invés de me sentir frustrada.


    Seu texto ficou maravilhoso...♥♥♥
    | Bananas de Vestidos |

    ResponderExcluir
  10. Bruna, tu já tinha meu respeito e agora depois desse texto tem mais ainda! Concordo super com você! Eu tava stalkeando a Bruna Vieira no Insta uma vez e vi muita gente falando do corpo dela, do peso dela. Que importãncia tem? Bruna Vieira é linda de todo jeito, é de bem com a vida, não se importa com comentários ofensivos. As pessoas adoram julgar as outras, adoram encontrar mínimos defeitos só pra colocar defeitos e só assim se sentir bem com eles. Acho isso horrível. O anonimato dá poder a muita gente covarde na internet que gosta de detonar as outras, que gosta de colocar as pessoas para baixo. Tem muita gent que se sente bem em fazer os outros se sentir mal.
    Gostei muito do seu post, é muito bom que todo mundo reflita sobre isso. Porque acho que o mundo precisa de respeito e de mentes mais abertas.
    bjss

    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Corcordo muito com o seu texto. As pessoas gostam muito de falar do corpo/aparência alheia. Porra, qual é o problema da menina tirar fotos com que aparece uma espinha? Qual é o problema da pessoa que está um pouco acima do peso usar a roupa que ELA QUISER! Todos nós temos direito de usar e ser o que quisermos.
    Acho rídiculo o que a Bruna Vieira tem que ler desse povo sem noção.

    (Desculpa o palavreado, não resisti. haha)

    Beijos,
    www.bloguntilwedie.com.br

    ResponderExcluir
  12. nossa Bruna tu não faz ideia de quantas vezes eu discuto esse assunto com meu namorado aqui em casa!
    não tem um dia em que eu não entre na foto de alguém, em qualquer rede social, ou então em um vídeo, que eu não veja uma série de comentários maldosos.

    cada vez eu fico mais apavorada de como as pessoas estão agindo, e não são só os fakes não, hoje em dia tem gente criticando e sendo maldoso com seu perfil normal mesmo, sem a menor noção de que isso pode até dar processo dependendo do caso.

    essa terra de ninguém me cansa e me entristece muito e as vezes fico na real é muito feliz de ter um blog pequeno aonde (ainda) ninguém se dá ao trabalho de ofender... o que é mais terrível por que o certo é eu não ter esse sentimento :/

    bjuuu

    http://hippiegrungerajneesh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho muita preferência em ler blogs de gringas, e andei reparando que esse tipo de comentário ruim parece exclusivo aqui do Brasil - não quer dizer que lá não tenha, mas pelos inúmeros blogs que eu acesso, e olha que alguns são bem doidos, é muito raro ver um comentário opressor, de verdade! Creio que aqui, da mesma forma em que se é estimulado ter um blog o$tentação, as pessoas cobram que as outras sejam perfeitas na internet, mesmo sem elas mesmas serem. Tanto é que uma das coisas que sumiram, e me fazem muita falta, são aqueles blogs 'diarinhos', sem nenhuma pretensão além da pessoa mostrar um pouco o que ela é, das coisas que ela gosta, e não sempre viver ostentando look do dia e resenha. E essa é outra diferença que vejo dos blogs daqui pr'os de fora. É simplesmente entristecedor saber que existem pessoas que só se sentem bem ao diminuir o outro. Sinceramente, quando vejo um caso desses, tenho dó... Pra quê, não é mesmo?!

    Espero ter me expressado bem, porque sou bem enrolada na hora de escrever! xD
    Adorei teu post!
    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oiii....caramba que texto bom para muitas pessoas passarem a refletir, pois leio muitos comentários tão ofensivos e que não levam a nada, apenas o prazer da pessoa de maltratar alguém com palavras....
    Beijos.
    Blog GuriasGata

    ResponderExcluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com