Por favor, não seja vítima da moda



Essa semana algo me chamou a atenção nas redes sociais: um grande compartilhamento (muitas vezes em repúdio) de listinhas  com itens que "já estão fora de moda" ou "tendências que já perderam a vez". Fiquei pensando em como tudo isso nos faz desgostar do que já temos e querermos sempre consumir mais, criando um ciclo infinito de consumo de tendências com prazo definido e se tornando "inúteis" após essa data. Quando que a gente enlouqueceu e isso passou a ser visto como normal?

Sempre achei esse título - tendência - meio besta. Tendência é o nome que modas passageiras levam, porque está todo mundo usando ou vai usar, porque literalmente as pessoas "tendem" a usar o que está na moda. Essa fissura pelo que todo mundo usa - e esse querer fazer o mesmo - demonstra uma grande falta de identidade própria. Porque nós precisamos acompanhar tendências, e pior, descartar tendências quando outras pessoas dizem que aquilo não cabe mais em nossos guarda-roupas? Me parece simplesmente absurdo deixar de usar algo que se gastou dinheiro, que se gosta, simplesmente porque não está mais sob a mira dos portais de moda ou porque "se usou muito no ano passado e cansou de ser visto". Sem contar o fato dessas "listinhas" virem sempre recheadas de itens de moda que fogem mais aos padrões do básico de sempre, deixando implícito que você não pode gostar do que é diferente, que o que é diferente é "brega" e você precisa se adequar àquele modelinho de moça conservadora vestida com peças "clássicas e atemporais" sofrendo em cima de um salto alto 24 horas por dia, até para ir à padaria - que obviamente, não existe. Não gente, não. 

Essa nossa vontade de criar padrões e apontar o que os outros devem vestir ou não, fazer ou não, só deixa clara a nossa própria insegurança - se o jeito do outro se vestir ou se expressar te incomoda, não há nada de errado com o outro - e sim com você. Ninguém é obrigado a gostar de nada, vivemos num país livre e democrático. Você pode gostar de tudo, ou de nada, se quiser. Só que a sua opinião *talvez* não seja assim tão importante para os outros - e quando não há necessidade nem nada de bom a acrescentar, é bacana repensar se é mesmo necessário dizê-lo. 

Nós, que não pertencemos às classes mais privilegiadas, e que, portanto, não temos grande poder aquisitivo, não podemos mudar nossos guarda-roupas à cada início de temporada ou descoberta de tendência. Mesmo assim, acompanhamos pessoas que ostentam estilos de vida bem próximos a isso, e mesmo que num nível bem baixo, mesmo que inconscientemente, acabamos desejando também poder ter acesso à isso. E a moda das fast fashions, acessíveis à um público maior, é cada vez mais descartável. A qualidade não é prioridade - a tendência é. Estamos consumindo roupas que não são baratas e que não são feitas para durar, porque se parte do princípio que a moda se reinventa e as roupas vão acabar sendo trocadas. Sim, a moda é cíclica, se reinventa, muda com o tempo e nós mudamos também. Mas estilo é algo que não muda, no máximo se aperfeiçoa, e diversas coisas nós podemos manter se comprarmos com consciência de quem somos e do que gostamos.

Então, por favor, não ligue para essas listinhas bobas. Você pode usar o que quiser, como quiser. Ninguém tem autoridade para te sugerir o que você deve ou não vestir - autonomia e liberdade são coisas boas demais para se abrir mão por causa da opinião de pessoas que você nem conhece. Você é melhor que isso. 

18 comentários:

  1. Resumiu tudo! Já to compartilhando!
    Acho um absurdo toda essa loucura de um dia tal coisa é linda e tu "deve" comprar e no outro já se tornou brega porque todo mundo já tem.
    Eu postei no meu blog semana passada um desafio que eu vou fazer em 2015: posso gastar no máximo 100 reais por mês em roupas e acessórios. Nada mais que isso. Justamente porque a gente acaba comprando muita coisa só porque "está na moda" e não porque é algo necessário ou que faz parte do nosso estilo.
    Muito boa a tua reflexão!

    Não Tão Pop

    ResponderExcluir
  2. Disse tudo!
    Concordo plenamente com você!
    Nós que somos do meio alternativo já estamos acostumadas com essa coisa de pessoas acharem que estamos fora de moda o tempo todo, mas é sempre bom ler textos como esse.
    Pra te falar a verdade, eu meio que me deprimo com essa coisa de fast fashion, de coisas feitas para não durarem porque quando eu compro uma roupa, por exemplo, é porque eu gostei mesmo e queria que aquela peça durasse o máximo e não apenas uma estação pra depois ir numa loja e trocar por outra peça do momento.
    É exatamente o que você disse, a gente pagou por aquilo, e algumas vezes pagamos caro, pra depois de um mês as pessoas virarem e falarem que aquilo não é mais usável porque saiu de moda.
    Eu simplesmente ignoro coisas desse tipo. Minha roupa/aparência é minha personalidade e não abro mão dela só porque estou fora de moda.
    Excelente seu texto! :)
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. isso msm! temos que usar a moda a nosso favor, nao nos tornarmos vitimas dela!

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Acho que o que mais me deixa louca da vida não é o fato das pessoas usarem algo que está em alta, afinal a gente acaba esquecendo que certas coisas são legais porque deixam de ser vistas,mas o que me irrita muito é o fato das pessoas pararem de usar porque não é tendência. Acho absurdo como o mundo da moda tem tanta influencia sobre as pessoas, não intendo como alguém consegue gostar tanto de algo e deixar de gostar instantaneamente só pq alguém disse que não serve mais. E o pior é que voltam gostar loucamente depois pq essa mesma pessoa disse que agora é bonito. Simplesmente acho um absurdo!
    Beijos
    http://www.mufevblog.com/

    ResponderExcluir
  5. As pessoas se esquecem que moda é a arte de criar e não de andarmos iguais. Fico irritada quando visito blogs e vejo looks um parecido com o outro. Nada contra a compra de peças que estão "na moda" mas o legal mesmo é usar de uma forma diferente. Não aguento mais olhar pro lado e ver camisa xadrez amarrada na cintura -haha. Adorei a postagem! Xoxo' <3
    Não sou uma It | Fanpage

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto! Odeio essas listinhas do que "você tem que ter/usar". Quando a gente sabe o que gosta e o que fica bem na gente nem damos bola pra isso! www.alemdolookdodia.com

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do seu texto mas infelizmente a moda, desde q surgiu, influência as pessoas no q usar ou não usar.
    Sabe que a moda é apenas um reflexo da sociedade, assim como a roupa q a pessoa veste transmite a personalidade da pessoa, a moda q é feita transmite o q se passa com a sociedade. Hoje em dia vivemos num mundo em q qto mais rápido, melhor, qto mais rapido chega a informação, melhor. Então acho q a moda acompanha isso (não estou defendendo o ponto das tendências, até concordo com vc no texto) mas acho q isso é uma coisa q vem do geral, e não só dá moda. Todos os dias se lançam coisas novas na moda pq hj as pessoas tem sede de novidade, está tudo muito rápido, muito acessível, se não tem novidade, as pessoas logo ficam entediadas e vão procurar outras coisas.
    Na minha opinião, essa troca rápida de tendências só vai dar uma desacelerada quando for no geral, quando as pessoas chegarem no limite da rapidez e diminuírem a velocidade em tudo o que fazem, aproveitarem realmente o q estão fazendo, aproveitarem realmente o q estão usando de maneira verdadeira.

    http://milkandchoc.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei o texto,a moda é interessante pois ao mesmo tempo que ela dita
    ela da á liberdade de usa-lá ou não,e também de sermos quem somos hoje .
    Beijos
    pinagirlscris.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu já falei que gosto muito dos seus textos né? E esse de hoje foi ótimo para mim colocar um pouco mais o pé no chão a respeito das ''tendências''. Realmente não tem nada melhor do que ter autonomia para usarmos que quisermos =)
    www.eaifernanda.com

    ResponderExcluir
  10. Pois é, eu sou do tipo que não é muito fã de roupas chamativas, não por medo de ser observada, mas por achar que não combina comigo mesmo. Mesmo assim, se eu gosto de algo eu uso, independente de estar ou não na moda. Já usei algo que tinha saído de moda há 3 anos na época, e quando me "contaram" isso eu apenas respondi "não é tu que paga minhas compras". Pronto, hahaha.
    http://antigosdiarios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Tanto é que, como moro em cidade pequena, nunca consigo achar roupas do meu estilo... E muita das vezes tenho que mandar alguma costureira faze-la.

    | Bananas de Vestidos |

    ResponderExcluir
  12. Tirou as palavras da minha boca, sério. Eu sou de SP capital, mas moro no interiro e fica bem pior pra achar o que eu quero, sempre tenho que encomendar ou esperar ir para SP.
    Aliás, te marquei numa tag: http://gliterpunk.blogspot.com.br/2014/12/tagx-libster-award.html
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. " A qualidade não é prioridade - a tendência é. Estamos consumindo roupas que não são baratas e que não são feitas para durar, porque se parte do princípio que a moda se reinventa e as roupas vão acabar sendo trocadas." Sensacional, Bruna. E é exatamente isso, o mercado da moda é muito lucrativo com essa de "a ultima moda" "tendência" ou "peça que você não pode não ter no seu guarda roupa nessa estação". Tipo, faz a gente querer entrar nessa loucura pra comprar uma roupa que nem tem uma qualidade boa só pra se fazer aceito socialmente.
    Tem algumas coisas que super agradeço por terem entrado na moda - cintura alta e cropped - porque era impossível achar antes haha mas outras que vejo que muita gente gastou dinheiro pra ter - vide calça listrada - que hoje tá super encostada no armário e a pessoa morre de vergonha de usar. Complicado, né?
    Enfim, adorei seu texto - como sempre!-.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  14. Concordo com o seu texto Bruna. Infelizmente muitas pessoas compram coisas que não gostam só por estarem na moda, um exemplo disso é aquelas horríveis sandálias crocs que quase todo mundo usava e agora certamente sentem vergonha ( graças que nunca comprei aquilo, pelo amor kkkk), ou as calças com listras, calças coloridas e etc..

    As pessoas deveriam usar aquilo que gostam, independente de estar na moda ou não.

    Blog: Like The Moon
    Participe da FanPage

    ResponderExcluir
  15. Ótimo desabafo. Sempre pego minha mãe me comentando "ai mas Rachel, compra tal coisa que ESTÁ NA MODA". Como essa expressão me deixa com raiva e mais, meio alucinada, que existam pessoas que REALMENTE ligam para isso e só para isso. Um beijo. www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

  16. Bruna sua linda! Vc falou e disse! Eu já vi centenas dessas lisitinhas em blogs por aí e me fez pensar em como uma coisa por estar na moda em um ano e no outro não, vira cafona. vi um post que dizia que certo acessório era tão 2012, como assim? E eu que sou fissurada nos anos noventa as vezes fica parecendo, de acordo com esses blogs, que já estou numa modinha ultrapassada, poxa então estou ultrapassada há 20 anos. O retorno dos anos 90 em 2014 já deu, é o que ando lendo por aí.
    Enfim é como vc disse, moda passa, mas estilo não e eu tenho o meu, não é um blog qualquer por aí que vai ditar o que eu devo ou não vestir. Muito legal esse seu post Bruna, muitos deviam ler e fazer uma reflexão sobre. bjss

    De Coturno & Spikes

    ResponderExcluir
  17. AMEI o texto.
    Achei ainda mais incrível por vir de ti, uma pessoa que tá sempre postando looks lindos e tem uma relação mais próxima com a moda.
    Eu nunca fui de seguir tendências, e hoje em dia que acabo acompanhando um pouco mais, gosto de uma ou duas por estação, e mais nada - talvez justamente por ter um estilo mais definido. E percebo o quanto as pessoas estão cada vez mais escravas dessa ditadura que a moda às vezes acaba por se tornar, infelizmente.

    ResponderExcluir
  18. A mídia esta tornando as pessoas cada vez mais consumistas, e muitas vezes compram ser ter um dinheiro "sobrando" muitos se endividam por querer estar na moda.
    Claro gosto de acompanhar a moda, mas precisamos reciclar o que já temos, fora que a cada 3 a 5 anos aquilo que era brega volta com tudo de novo hehehehe as calcas boca mais larga é um exemplo bem real...
    Beijos.
    Gurias Gata

    ResponderExcluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com