Ninguém é obrigado a pensar da forma que tu pensa - lide com isso



Eu sempre achei engraçada essa importância excessiva que as pessoas dão para as redes sociais. Eu, inclusive, já fui mais dependente delas. Hoje é quase que uma regra de vida não chegar perto de facebook e afins aos fins de semana - porque as horas passam depressa demais na frente do computador e do celular, e sem querer o dia foi embora, as pessoas também, e deixamos de aproveitar o que existe de bom (e real) vendo coisas fúteis que não ficarão guardadas na memória por mais de seis segundos. 
Mas eu não vim aqui ser aquela tia chata que diz "tu não larga esse celular nem pra comer, hein?", aqui, o ponto é outro. Eu já havia expressado num outro texto, brevemente, minha indignação com essas discussõezinhas de facebook. E olhem que eu não sou uma pessoa muito fácil de agradar não, porque eu me estresso com muita coisa que leio por aí, eu tenho ~vergonha alheia~ de muita coisa e as vezes me bate aquela vontadezinha de rodar a baiana. Eu sou um pouco autoritária, mandona, ou como queiram chamar, admito - e isso é algo que estou tentando desconstruir, juro. Mas vejam bem: eu sou feminista, eu tenho nojo de gente preconceituosa, não suporto ver propagação de mentiras (como esses virais ridículos de "fulano que disse/fez tal coisa") e uma série de outras coisas que, no fim das contas, faz com que eu seja vista como a chata da história, aquela que "não achou graça". E tem muita coisa que eu não acho mesmo, me desculpem. Porque se tem algo que abomino é rir as custas da humilhação dos outros - não sei como esse tipo de gente consegue dormir à noite. Mas, de novo, vejam bem - eu realmente não tento abrir a cabeça das pessoas a força e socar lá dentro minhas próprias opiniões, assim, prontinhas. Até porque nós estamos em constante mudança. Eu sou fruto da minha vivência, da minha cultura, do meio em que estou inserida... eu não sou imutável, eu não estou pronta, eu sou essa constante evolução - assim como vocês. Nós não nascemos prontos. Que eu saiba o inatismo já caiu por terra e esse constante amadurecimento é que torna a vida mais suportável a cada dia. 
Eu não sou obrigada a manter por perto quem tem opiniões que, além de totalmente contrárias aquilo que eu acredito, ainda me ofendem como ser humano. Não sou obrigada, ninguém é. Só que infelizmente a vida não é uma grande república só com os nossos amiguinhos - e saber lidar com o outro é fundamental. Mesmo quando "o outro" representa uma visão de mundo da qual não compartilhamos. 
Existe algo que eu julgo imprescindível: a capacidade de ouvir as críticas alheias. E isso não é fácil, não é mesmo. Mas é algo que precisamos exercitar diariamente. Se alguém aponta um comportamento seu que, para essa pessoa, é errado ou ofensivo, o mínimo que você pode fazer é dar valor. Pensar. Repensar suas atitudes. E não é só enxergar o seu lado, porque a questão é justamente essa: não há um lado só. Enxergar pela ótica do outro é necessário. E mesmo que frases como "saiba se colocar no lugar do outro" estejam na moda, esse é um exercício muito difícil de ser feito com sinceridade. Porque para enxergar pela ótica do outro e assim, se colocar no lugar dele, é preciso se despir das próprias características. Da própria individualidade, das próprias opiniões, da própria vivência, de todos os seus pré-conceitos. É preciso entender que o outro não pensa como você - e como poderia? A tua mente é uma coisa única. E a tua percepção das coisas é única também, porque a tua vivência está incluída nela. 
Parece que nós somos a geração do "I hate you! I hate you! I hate you!" (quem assiste Freak Show vai entender essa). Uma geração que se orgulha de um comportamento mimado e de atitudes ridículas sob o pretexto de ter "personalidade forte". Ninguém vai mudar o mundo assinando petição do Avaaz e comprando briguinhas esdrúxulas em redes sociais. Com atitudes de criança, é só isso que verão em nós - um bando de crianças. 
Então, quem sabe seja aquela hora (aquela terrível hora) de largar um pouquinho o celular, colocar os grupos do whatsapp no silencioso e parar pra pensar um pouquinho que seja em quem estamos nos tornando. Em que nós somos hoje, agora.
O mundo não vai parar de girar porque você quer - acostume-se com isso

8 comentários:

  1. Concordo com você. Acho um saco esses mimimis de redes sociais e a forma como as pessoas lidam com elas no dia-a-dia. Eu acho meio difícil olhar a mim mesma através da perspectiva de outras pessoas, importantes, nesse caso, mas é algo que precisamos trabalhar e é válido.
    Achei seu texto o máximo!
    Bjss
    thewinterisnow.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Faz um ano que me afastei do facebook e só uso o whats para conversar com meus amigos mais íntimos justamente por causas dessas brigas e discussões alheias, concordo com você, soube expressar muito bem a realidade das redes sociais atualmente. Está mesmo na hora das pessoas enxergarem o que á fora desse mundo virtual.
    Bjoos

    http://geekinsana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Brigas nas redes sociais são um Ó! As pessoas tem de aprender a respeitar a opinião dos outros, pois uma sociedade se faz de todos, não de apenas uma pessoa. Concordo que personalidade forte não justifica acessos de ira e opiniões ridículas.
    Beijo da pirralha ^.~ Sua visita é muito importante para mim!
    Montada no Estilo | www.montadanoestilo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu posicionamento e adorei ler o "eu sou feminista" como é bom saber que nós temos muito mais companheiras de lutas do que imaginamos.
    Concordo plenamente contigo e me identifiquei no fato de ser "aquela que não acha graça" e na verdade, eu acho que a vida não dever ser levada tão a sério, mas que a responsabilidade e nossa própria ética ande sempre com a gente.
    O Brasil está muito conectado e muito "huehue" pra pouca maturidade, mas não, nunca ninguém será igual a ninguém e sim, lide com isso. hahah
    Adorei o blog!

    http://pinkisnotrose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. nossa é exatamente isso! vc pode ter e deve defender sua opinião, mas essa intolerancia que anda rolando simplesmente nao dá! cada um pensa de uma forma DEAL WITH IT!

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. VEMK BRUNA ME ABRAÇA VAMOS SER FRIENDS FOREVER PORFAAA <3
    Ai, pera que eu tenho uma imagem boa para esse post, aqui: https://scontent-b-lga.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/10171899_674372359337150_853795388254990683_n.jpg?oh=1ac0006d8d1860573bfba1c3ee189dce&oe=54DA9C48 (não é vírus, juro!)

    Mas tá, o que dizer desse texto lindo que acabei de conhecer e... Tá, enfim, eu concordo com tudo que tu disse e em alguns momentos eu pensei, cara a Bruna leu a minha mente, até porque pela sua auto descrição eu fiquei muito identificada. Eu tô bem sem saco pra Facebook, tô bem sem saco pra petição no Avaaz e tô bem sem saco pra gente cricri que ama discussões sem fundamento. Claro, existem debates validíssimos e as pessoas precisam discutir e expor as ideias, mas o pior é essa coisa de ~COLICENSA QUE TÔ CERTA BJJJJSS~, sério porque as pessoas são assim, andam por aí cuspindo suas opiniões (esses dias peguei um ônibus com uma menina tendo uma conversa que ela gritava e não falava dizendo que não fica mais de 30min no Facebook porque acha que não tem que expor as ideias dela lá, já que podem ser verdade pra ela e não pros outros, mas ela repetia isso e gritava pro ônibus todo ouvir, tipo APRENDAM comigo e ela tinha um discurso ridículo de "Fumo, mas acho horrível quem toma coca cola", sabe? E isso pode parecer tosco mas dizia a respeito de toda a personalidade ~forte~ dela, de eu sou assim e os outros estão errados. Me dá nos nervos. Me dá vontade de desistir da humanidade. Me dá vontade de mandar parar o mundo que quero descer.

    Enfim, seus textos <3

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  7. Redes sociais são os melhores exemplos de intolerâncias (social, racial, econômica, sexual e etc.), são milhões de críticas por dia, pessoas se achando donas da verdade e agressões verbais. Dificilmente eu entro em alguma discussão e quando coloco minha opinião em alguma rede social é por que a coisa ficou feia e a minha tolerância a tanta intolerância já se esgotou rsrs. É impressionante o quanto as pessoas acham que a opinião delas é verdade absoluta e quer por quer quer enfiar isso goela abaixo do outro.
    Rede social agora só trabalho, quanto menos eu rolar a página do feed melhor rsrs
    Bom texto!

    ResponderExcluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com