Um Papo sobre Moda e Consumismo Desenfreado


A moda renova-se e reinventa-se a cada dia. Na blogosfera, todos os dias surgem uma infinidade de blogs novos. Alguns bons, outros nem tanto, e muitos tão rasos quanto um pires. Fico aqui me questionando sobre certas coisas que me incomodam muito, e como acredito no blog como um meio de expressão, não poderia deixar de compartilhar isso aqui com vocês.
Nunca vi a moda como uma fonte de eterno consumo. Não sou uma fashion victim e abomino a simples menção de poder ser. Sou fútil sim, e quem não é? Todos temos inúmeras coisas de que realmente não precisamos, mas queremos ter. O problema está nessa estimulação constante do 'ter que ter' a última tendência (mesmo que você nem goste e que não faça seu estilo), do 'ter que ter' a itbag daquela grife caríssima que nem seu salário de dois meses inteirinhos paga. Gente, sério, isso é mesmo necessário? Isso é mesmo moda? Não! Eu vejo a moda como uma simples expressão da personalidade, dos gostos pessoais, do estilo próprio. É mais um instrumento para nos diferenciarmos dos outros, numa sociedade que tenta nos padronizar a todo instante. Já pensou que chato um monte de gente uniformizada passeando por aí? Com a mesma roupa, o mesmo corpo, o mesmo corte de cabelo, a mesma cor... Não somos manequins de vitrine. Não somos objetos e temos de ficar de olhos bem abertos com a publicidade doentia que é despejada em cima de nós todos os dias.
Vejo blogueiras por aí vestindo-se de grifes dos pés a cabeça sem nenhum estilo próprio. Conseguem passar do "hippie chic" ao """roquinho""" num simples trocar de marcas. Roupa cara não é sinônimo de roupa bonita. E e só dar uma passeada pelos grandes blogs com blogueiras ricas que podemos ver não ser nem sinônimo de bom gosto. As vezes me sinto tão cansada, tão entediada com isso tudo que até estive pensando em abandonar o blog, coisa que decidi não fazer porque amo esse espaço aqui. Estou sempre dando dicas de lojas legais para quem quiser comprar produtos que não encontra em lojas físicas, porque é realmente frustrante querer algo que não se encontra, mas não tenho a menor intenção de fazê-los adquirir o que não querem só porque eu disse que gosto. Não tenho a menor intenção de influenciar alguém. Vejo pessoas por aí comprando o que a blogueira X ou Y disse que "super adora" achando que tudo o que ela gosta, deve-se gostar também. Onde foram parar nossas opiniões próprias? Pra onde foi nosso bom senso? 
Esse é um blog sobre moda, não a moda das passarelas ou a moda das grandes grifes. Eu mesma visto quase que só lojas de departamento e acredito que qualquer um pode vestir-se bem dentro do seu próprio orçamento. O problema não está em desejar algo, ou comprar um sapato caríssimo em 24x sem juros. O problema está em comprar algo que não se gosta genuinamente, que se compra influenciado por blogs ou revistas de moda que dizem que você precisa muito disso, ou não vai estar na moda, ou não vai estar bonita.
Não consigo confiar nessas blogueiras de moda que já acordam maquiadas e em cima de um salto agulha de 15cm. Fico aqui pensando: será que essas mulheres trabalham? Acordam cedo? Pegam ônibus ou metrô? Mas é claro que não. Parece que estamos nos distanciando tanto da vida real que tem blog sugerindo saia lápis, salto agulha e blazer como look "básico" para ir a faculdade. Será que essas mulheres já foram numa faculdade? Porque o pessoal usa mais jeans, camiseta e all star do que sapatos de salto. Até porque um local de estudos não é uma passarela nem um evento de moda.
Não quero impor minhas opiniões pessoais à ninguém. Como eu já disse e vocês já sabem, esse é um blog de moda. Acredito que muita gente nem vai ler esse texto. Alguns pela extensão, outros pela falta de imagens ilustrativas, outros tantos porque não é um post sobre moda propriamente dita. Só quero promover uma reflexão. Para vocês e para mim mesma, que depois de tantos posts de "tendências" consigo visualizar as peças de roupa ou os sapatos jogados no fundo do armário sem uso há tempos. Não vamos compactuar com essa imensa falta de personalidade. Vamos fazer um esforço para sermos apenas nós mesmos. 

                Um sincero abraço em todos vocês que leem o Chanel Fake e leram esse texto.

6 comentários:

  1. Eu gosto muito de gastar, mas que não? compro o que eu acho legal na hora que der, teve um tempo que saia comprando tudo, mas hj só compro o que acho nescessario, e a maioria das vezes era pq eu gostei,nunca liguei muito pra indicações de blogueiras, mesmo pq o que elas indicam são um absurdo de caro kkk no money

    Adorei o post, muito util, abre bem os nossos olhos :D

    Pancakes and Rock - Seu Blog de Moda, Beleza e Entretenimento Alternativo no Tocantins!
    Pancakes and Rock - no Facebook

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabriela, muito obrigada por ler e comentar! Verdade, kd as blogayra indicando produto avon? Não tem! hahah Beijos!

    ResponderExcluir
  3. amei o texto
    bjs
    http://blog-fazendomoda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Pessoas moldadas. Triste isso. Enfim, saudades de ler teus textos ASDHASUDHASUD

    ResponderExcluir
  5. Ah Pri, que milagre você por aqui! hahah ;)

    ResponderExcluir

♥ Não comente se não tiver lido a postagem, spams são desrespeitosos e serão imediatamente excluídos ♥
♥ Você tem um blog? Deixe seu link ao final do comentário, vou adorar conhecê-lo ♥
♥ Sua opinião é muito importante e eu sempre quero lê-la, aqui você pode discordar sempre que quiser - mas mantenha o respeito ♥
♥ Os comentários sempre são respondidos, mesmo que demore alguns dias. O blogger não avisa quando alguém responde seu comentário, para receber a resposta é necessário marcar a caixa "notifique-me" quando for escrevê-lo ♥

Fanpage | Instagram | LookBook.nu

Tem alguma dúvida ou sugestão?
Você pode entrar em contato comigo pelo e-mail chanelfakeblog@outlook.com