OOTD: Saia Lápis e Sweater Estampado


Oi gente! O outfit dessa semana é um que eu adorei usar e é bem quentinho por causa da semana fria que passou. Sempre amei saia lápis, mas é difícil encontrar modelos bonitos e em conta nas lojas físicas da minha cidade, e considero esse um modelo complicado de comprar online pras meninas que tem o corpo como o meu - com quadris largos e cintura mais fina, porque a saia precisa servir perfeitamente em ambas as medidas. Mas achei essa cinza escura tão lindinha na Sammydress e resolvi arriscar - e no fim das contas me apaixonei por ela <3 É super quentinha, serviu perfeitamente e veste muito bem. 

O sweater estampado com abóboras também é da Sammydress e é super baratinho, além de ser lindo. Ele tem um detalhe de rasgos nas mangas e na barra, mas essa parte não aparece porquê ficou pra dentro da saia. Pra completar o outfit, casaco preto com pelúcia na gola (acho esse casaco maravilhoso, dá uma cara de madame instantânea HAHUHAUAHU) e comprei usado (e baratinho!) lá no Enjoei, botinha com spikes, bolsa de poás, boina e meia-calça. 











Saia: Sammydress | Sweater: Sammydress | Bolsa: Passarela 

Aqui no RS é muito comum encontrar essas boinas para vender em feiras de artesanato e essa minha eu comprei há anos, acho que ainda estava no ensino fundamental. Nunca usei muito ela e esses tempos a encontrei enquanto arrumava o guarda-roupa: agora não tiro mais da cabeça. Acho que ela combina perfeitamente com looks invernais e contribui para essa vibe mais vintage

O batom é o Amora Matte da Avon (resenha aqui) e o esmalte é o La Boheme da Risqué :) A gargantilha é da Dark Prophecy, assim como o anel de pentagrama. 

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, me contem aí embaixo o que acharam das peças <3

Filmes Assistidos Recentemente


Oi gente! Essa semana tenho filmes bem diferentes entre si pra indicar pra vocês - de diferentes épocas, gêneros e tramas. Espero que vocês gostem e consigam assistir algum :)

1. Correndo com Tesouras (2006)
(comédia, drama)


1971. Augusten Burroughs, um garoto de apenas 6 anos, se vê dividido entre pais problemáticos. Deirdre, sua mãe, é uma poetisa que não tem livros publicados mas ainda tem esperança de que um dia isto acontecerá. Norman, seu pai, é um professor de matemática alcóolatra que já muito tempo desistiu de entender sua esposa e o comportamento precoce do filho. Quando o casamento dos Burroughs se despedaça, Deirdre decide fazer terapia com o dr. Finch, um psicólogo excêntrico e alternativo. A tentativa não dá certo e o casamento acaba. Deirdre passa a viver em um hotel e Augusten fica sob os cuidados da família Finch. Augusten tenta se aproximar dos integrantes de sua nova família, mas logo descobre que sua infância será um verdadeiro inferno.


Correndo com Tesouras é mais um desses filmes absurdos que só podiam ser inspirados em histórias reais mesmo. Na obra conhecemos diversos personagens excêntricos e são abordadas diversas temáticas, como a desestrutura familiar. Gosto desses filmes que mostram o crescimento/envelhecimento de alguns personagens. Tem momentos muito engraçados, mas no geral é uma obra bem melancólica e que deixa uma sensação de desconforto. Para assistir online, clique aqui.

2. O Castelo dos Mistérios (1940)
(comédia, mistério, terror)


Filme de comédia célebre na época do Halloween, sobre uma orquestra que é convidada para tocar na festa de uma herdeira, que é alvo de forças sinistras que conspiram contra sua vida.


Adoro "terrir" e é sempre bom encontrar bons filmes dentro do gênero. Esse aqui é super divertido e envolvente, trama que vai se desenvolvendo ao mesmo tempo em que prende o espectador e parece acabar rapidinho. Ainda tem o Bela Lugosi no elenco (eterno Drácula!), momentos bem engraçados e um final bem legal. Para assistir online, clique aqui

3. Somewhere Only We Know (2015)
(drama, romance)


O filme narra a história de uma mulher, JinTian, que está vivendo a fase mais difícil de sua vida, pois seu marido pediu divórcio e a sua querida avó faleceu. Após esses acontecimentos, ela visita Praga na Europa, cidade em que sua avó um dia morou, para curar seu coração partido e acaba conhecendo ZeYang. Em Praga, aos poucos ela vai descobrindo mais sobre a vida de sua amada avó.



Eu tenho adorado assistir dramas asiáticos, e esse aqui foi um que se destacou bastante entre os que já assisti. É um lindo filme romântico que aborda duas histórias simultaneamente, um filme simples mas executado de forma grandiosa. É muito delicado, sensível, fofinho e emocionante. Para assistir online, clique aqui.  


4. O Nevoeiro (2008)
(ficção científica, terror, thriller)


Depois que uma violenta tempestade devasta a cidade de Maine, David Drayton - um artista local - e seu filho de 8 anos correm para o mercado, antes que os suprimentos se esgotem. Porém, um estranho nevoeiro toma conta da cidade, deixando David e um grupo de pessoas presas no mercado - entre elas um cético forasteiro e uma fanática religiosa. David logo descobre que o nevoeiro esconde algo sobrenatural e que sair do mercado pode ser fatal. Mas conforme o grupo tenta desvendar o mistério, o caos se instala e fica evidente que as pessoas dentro do mercado podem tornar-se tão ameaçadoras quanto as criaturas do lado de fora.


Não sou uma grande fã de filmes de terror atuais, e apesar da vontade de assistir esse aqui, já estava preparada para ser um filme bem tosco - mas passa longe disso. O Nevoeiro é baseado num livro do Stephen King e apesar dos monstros e cenas de ação, tem um foco bem maior no comportamento humano e nas pessoas em situações extremas. Mais um desses filmes que deixam bem claro que os monstros, na verdade, somos nós. Para assistir online, clique aqui.

5. A Flor do Pântano (1957)
(comédia, romance)


Quando o avião de Pete cai no pântano, ele é salvo pela jovem Tammy, uma garota do interior que vive com seu avô. Recuperado, Pete retorna para sua casa e para sua noiva. Mas o avô de Tammy vai para a cadeia e ele envia a neta para ficar com Pete. Sua culinária e personalidade alegre transformam a família de Pete e ele próprio.


A Flor do Pântano tem uma narrativa bastante clichê e desde o início sabemos como vai acabar, mas isso não impede de acharmos a obra fantástica. É um filme super leve, divertido e gostoso de assistir, ficou um pouco datado mas isso acaba sendo ainda mais interessante, porque ao assisti-lo parece que viajamos para outra década. Tem cenas bem engraçadas e uma personagem principal adorável. Para assistir online, clique aqui


E por hoje é só. Gostaram das indicações? Já assistiram algum? Me contem nos comentários <3

Série: Transparent


Transparent é uma série que mescla comédia e drama de forma sensível e leve, com uma trama bonita, interessante e descomplicada sobre transexualidade.

Na obra somos apresentados a Maura, personagem central do conflito, uma mulher trans que já superou a fase da autodescoberta e autoaceitação e luta para se abrir aos filhos - três adultos, um homem e duas mulheres - já na terceira idade, tendo passado toda uma vida vivendo como homem e não mais suportando isso. Mas esse "contar para os filhos" é resolvido logo no início da série, sem mistérios, sem grandes alvoroços, e assim podemos desvendar aos poucos a vida e os conflitos de Maura, de forma bastante divertida e humanizada. 


A série é produzida pela Amazon e já conta com três temporadas completas, com 10 episódios cada e uma média que varia entre 25 e 45min de duração - e já foi renovada para a quarta temporada. 

Transparent foi muito bem recebida pela crítica, já tendo sido indicada a Globos de Ouro e tendo ganho cinco prêmios do Emmy, incluindo melhor série de comédia


Apesar da obra ter um foco maior na personagem Maura, a história não fica apenas nela: seus três filhos e seus conflitos próprios também são muito bem trabalhados na história, de forma distinta e interessante. Em alguns momentos a história das filhas chega a ser mais cativante que a história central. Todos os personagens são bem criados, de forma complexa e verossímil, com personalidades diferentes mas palpáveis. A ex-esposa de Maura também recebe atenção e a história das duas volta a se entrelaçar nos flashbacks do passado. 

Transparent também aborda outros temas interessantes e um pouco "polêmicos", como feminismo radical e homo/bissexualidade. Tudo de forma muito leve e sensível, como é o estilo da série. 


No fim das contas, Transparent é uma obra simples mas impecável, que consegue tratar com sutileza temáticas tão revestidas de preconceito. A série traz um bom retrato da transexualidade, de forma humanizada e descomplicada. Para entreter, divertir, mas também desconstruir preconceitos e informar :)

OOTD: Pantalona Listrada e Sobretudo


Ei gente! As últimas duas semanas tinham sido bem quentes aqui no RS, mas houve uma reviravolta no clima e domingo tornou a esfriar: hora de tirar os sobretudos do armário <3 Sou apaixonada por casacos do gênero pela praticidade e elegância imediata que conferem a qualquer produção. Esse pretinho básico super lindo é da Pink Basis: loja americana cuja entrega demorou menos de 10 dias (!!). Sério, tem pacote nacional que demora mais que isso hahaha. 

A pantalona listrada em preto e branco é da She In - sempre achei esse modelo lindo e ultimamente tenho tentado investir nele para os dias frios. A pantalona me remete muito aos anos 40 e me lembra principalmente da maravilhosa vilã do filme Amar Foi Minha Ruína, de 1945, interpretada pela atriz Gene Tierney. Combinei com camisa preta de mangas curtas, salto preto quadrado e baixinho e poucos acessórios. 








Calça: She In | Sobretudo: Pink Basis | Camisa: Marisa 

O anel de aranha é da Dark Prophecy, o esmalte é o Missão Azul da Colorama e o batom é uma misturinha do Vinho 40 da Natura (resenha) com o Vamp da Avon (resenha) <3 

E vocês, o que acharam do outfit de hoje? Gostam de calça pantalona? Me contem aí nos comentários :)

Onde Comprar Saias Midi - She In


Que eu sou apaixonada por saias midi vocês já sabem, né? E muita gente me pergunta onde comprar modelos porque não encontra facilmente em lojas físicas e a verdade é que existem diversas lojas online com modelos lindíssimos de saias midi - como a Posthaus, a Rainbow Unicorn e a Vudu no Brasil. 

Nas lojas gringas é ainda mais fácil encontrar modelos diversos, super bonitos e diferentes. A She In conta com uma infinidade de peças, uma mais linda que a outra. Selecionei seis no site só para dar uma amostrinha do que vocês encontram por lá: 

JUSTAS


1. Xadrez $8
2. Amarrações $15
3. Rosa Pastel $11

GODÊ


1. Vinho $30
3. Xadrez $15

A She In tem frete grátis em compras acima de $30 e o pagamento pode ser feito por cartão de crédito internacional e PayPal. Sempre tem ótimas promoções por lá, vale a pena ficar de olho :)