Leituras do Mês: Agosto


Agosto foi (quase) tão interminável quanto minhas leituras, porque me pareceu que fiquei uma eternidade lendo este primeiro livro. Nesse mês que passou só consegui ler dois livros, um bem pequeno e outro que já estava pegando poeira na minha prateleira há tempos. Afinal de contas, tem livros que compramos mas temos de amadurecer um pouco mais (ou estudar mesmo, hehe) antes de estarmos prontos para ler e absorver o que foi lido, né? ;)


Encontrei essa edição de A Interpretação dos Sonhos num sebo e paguei cerca de R$20, foi realmente um achado - principalmente por ter capa dura, estar em perfeito estado e minha segunda opção serem os livros da l&pm pocket, um pouco difíceis de serem lidos por conta das letrinhas miúdas, principalmente num livro grande como esse. Faz quase um ano que o tenho e só agora li por inteiro. Preferi começar por outras obras do Freud, ter uma base e só depois ler seu livro mais importante. 

É um livro bastante complexo, mais técnico mesmo, escrito na típica linguagem freudiana. Não é necessário ser estudante da área para entender, mas é necessário muita vontade de ler uma obra dessas para concluí-la: apesar de interessante, a leitura é monótona e cansativa na maior parte do tempo. Na Interpretação, Freud parte do princípio de que "todo sonho é a realização de um desejo" e analisa vários sonhos (seus e de seus pacientes) buscando a comprovação desse princípio. A existência do inconsciente é postulada, assim como suas características. Freud também faz um retrospecto (muito interessante, por sinal) das teorias dos sonhos criadas por filósofos/estudiosos antigos. Também é importante destacar um amadurecimento na escrita de Freud, comparando com outras obras. Extremamente necessário para entender os pilares de sustentação da psicanálise. Apesar de ter sido escrito em 1899, a data do livro foi modificada pelo editor para constar como 1900, pois Freud acreditava que este viria a ser uma das grandes obras do século XX - e de fato assim foi considerada.

Essa obra é importantíssima para qualquer estudante de psicologia, mesmo para aqueles que não buscam trilhar o caminho da psicanálise - como é o meu caso. É uma leitura bem densa, comecei no final de Julho e me estendi até o final de Agosto - como esse mês, o livro pareceu interminável rs. 


No finzinho do mês iniciei O Jogador, do Dostoiévski - um dos meus escritores preferidos. Narrado pelo personagem principal, Alexei Ivanovitch, um jovem de família nobre e falida, menosprezado pela mulher que ama, passando uma temporada na Alemanha, num lugar onde a atração principal é o cassino. 

Esse livro é considerado altamente biográfico, já que o próprio Dostoiévski tinha vício em jogos. É um livro pequeno, de capítulos curtos e de ritmo agradável, uma leitura muito interessante que não chega perto de ser cansativa em momento algum, li em cerca de três dias. A narrativa do personagem principal é leve e divertida, Alexei explora os outros personagens a sua volta com o olhar crítico e a ironia características das obras do Dostoiévski. Eu diria que esse é um livro bem interessante para quem nunca leu nada do autor, é um livro curto, de fácil entendimento e que mostra bastante do estilo de escrita dele. 

Depois deste, só resta a vontade de ler logo a próxima obra dele. Aqui em casa estão me esperando, ainda não lidos, O Eterno Marido e Uma Criatura Dócil. Mas ainda tenho outros na lista antes destes :p 


E vocês, já leram algum destes? O que leram nesse longo mês de Agosto? Me contem aí nos comentários. ^^

Resenha: Linha 3 minutos Salon Opus


No começo de Agosto recebi da Salon Opus esse kit com três produtos que prometem reparar os cabelos em apenas três minutos. Testei de forma contínua (em todas as lavagens) durante o mês e hoje vou contar pra vocês o que achei dele. 

O que a marca diz? A linha Salon Opus Treatment Hidratação Mágica 3 minutos é a solução para a reparação instantânea dos danos causados aos seus cabelos. Sua formulação contém ReparAge, um complexo de aminoácidos, gluco-nutrientes e proteínas que resgata imediatamente a sedosidade, maciez e brilho dos fios. O mesmo tratamento que você recebe no salão agora a seu alcance, em sua casa.


shampoo
O shampoo da linha é perolado, bem líquido, faz bastante espuma e você sente que limpa os fios, mas sem agredir. Tem um cheiro leve e bem agradável. 


condicionador
O condicionador é mais encorpado, branquinho, e desembaraça bem os fios, fazendo uma leve hidratação. Para os dias de maior pressa, shampoo e condicionador dão conta do recado. Ele possui um perfume bem leve também. 

Ambos tem bico dosador que facilita a tarefa de não desperdiçar produto. Possuem 350ml. 



A textura do creme é parecida com a do condicionador, só um pouquinho mais consistente, e branquinho também. Dos três, é o que possui mais perfume, permanecendo após a lavagem. Ela hidrata o cabelo em apenas 3 minutos, o que é ótimo se comparado à outras marcas que precisam de cerca de 10min para fazer efeito. Deixou meu cabelo bem leve, macio, brilhoso e com pouco frizz. O pote contém 400g de produto e rende bastante.


Como eu tenho os cabelos naturalmente ondulados mas faço chapinha com muita frequência, acabo ressecando um pouco meu cabelo e é essencial mantê-lo hidratado. Minhas ondas naturalmente são um pouco mais definidas que na foto, por isso acho que o uso do kit deu uma leve "alisada" nelas. É bom pra mim, mas pode não ser pra quem tem ondas leves e deseja defini-las mais. 


E aqui outra fotinho deles alisados também. Assim acho que ficam mais brilhosos.

O kit completo custa R$29,90, um preço amigável pelos três produtos. Pode ser comprado nesse link

Para mim essa linha é prática e ótima para cuidar dos fios na correria do dia-a-dia, mantendo os cabelos hidratados. No fim das contas, na minha opinião vale a pena o custo x benefício. 

E vocês, já conheciam essa linha? Já usaram algum produto dessa marca? Me contem ai nos comentários ^^

Filmes Assistidos Recentemente


Ei gente! Os filmes de hoje estão demais, acho que me puxei :p hahah Novamente trouxe três dramas que assisti recentemente, todos com enredos bem diferentes entre si. Espero que vocês gostem tanto quanto eu. 

1. Volver
(drama)


Raimunda é uma jovem mãe, trabalhadora e atraente, que tem um marido desempregado e uma filha adolescente. Como a família enfrenta problemas financeiros, Raimunda acumula vários empregos. Sole, sua irmã mais velha, possui um salão de beleza ilegal e vive sozinha desde que o marido a abandonou para fugir com uma de suas clientes. Um dia Sole liga para Raimunda para lhe contar que Paula, tia delas, havia falecido. Raimunda adorava a tia, mas não pode comparecer ao enterro pois pouco antes do telefonema da irmã encontrou o marido morto na cozinha, com uma faca enterrada no peito. A filha de Raimunda confessa que matou o pai, que estava bêbado e queria abusar dela sexualmente. A partir de então Raimunda busca meios de salvar a filha, enquanto que Sole viaja sozinha até uma aldeia para o funeral da tia.


Mais um filminho do Almodóvar. Adoro a maior parte dos filmes dele que já assisti, e com esse aqui não poderia ser diferente. Primeiro que tem a Penélope Cruz, com uma excelente atuação, e uma trama cheia de reviravoltas numa história sobre mulheres e seus dramas de vida. A fotografia é lindíssima, muito colorida. Gosto que nos filmes do Almodóvar os personagens sempre são complexos e verossímeis, muito humanos. Esse certamente ficou entre meus preferidos do diretor. Para assistir online, clique aqui

2. Romeos 
(drama)


Lukas tem 20 anos e encontra-se no meio de sua puberdade masculina – bioquimicamente induzida, uma vez que ele nasceu menina. Cheio de apetite pela vida, ele se depara com um grande problema: recrutado pelo serviço comunitário obrigatório, ele é o único homem a residir no alojamento das enfermeiras. O que seria um sonho para qualquer outro rapaz torna-se um grande estresse para Lukas: ser transexual significa estar sempre preso no ambiente social errado. Felizmente, Ine, sua melhor amiga, fica a seu lado e o introduz no ambiente homossexual de Colônia. Ali Lukas tem seu primeiro relacionamento amoroso de verdade – com o atrevido, valente e muito atraente Fabio.


No momento que descobri esse filme fui correndo assistir, ansiosa por conta da sinopse. Existem poucas obras sobre transexualidade e menos ainda obras que abordem a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual, e por mais que Romeos não tenha a trama mais criativa do mundo, nesse ponto ele é excelente. Tem ótimas falas e o personagem principal é muito cativante. Um filme curtinho (1:30h) capaz de elucidar algumas questões e abrir um pouco a mente, recomendo à todos. Para assistir online, clique aqui

3. O Universo no Olhar (I Origins)
(drama, ficção científica)


O Dr. Ian Gray é um cientista que pesquisa sobre a íris ocular. Obcecado por descobrir a origem da visão, ele tenta provar que o desenvolvimento do olho humano faz parte da evolução natural, e não precisaria de um "designer inteligente" - ou seja, uma figura divina para criá-lo. Ele trabalha com a ajuda de sua estagiária Karen e de Kenny. Um dia, ele conhece Sofi, e os dois se apaixonam, apesar da diferença de convicções. A aproximação dos dois fará Ian buscar explicações além da ciência para os mistérios que o olho humano pode guardar.


Partindo de uma premissa nem tão original (abordar ciência e espiritualidade, não necessariamente em conflito) I Origins consegue ir além do esperado. Não é um filme unilateral que busca (ou procura expôr) uma verdade universal, mas que consegue abordar as duas faces do diálogo e personalidades opostas. É um filme bastante envolvente, com uma fotografia estonteante, uma das minhas lindas que vi nos últimos tempos. Pra quem for assistir, é imprescindível assistir a cena pós-créditos ;) Para assistir online, clique aqui

-

E vocês, assistiram algum desses? Viram algum filme bom essa semana? Me contem aí nos comentários <3

OOTD: Vestido e Kimono de Renda


Eu já havia postado um look com esse vestido aqui no blog (esse aqui) no verão, usando só ele e meus creepers com spikes. Mesmo que esse look não seja tão diferente - esperava que o fim de semana fosse mais frio para usá-lo com sobretudo - achei válido postar. Eu adoro esse vestido estilo "Wednesday Dress", até já fiz um post sobre esse modelo, e dessa vez usei-o soltinho, sem cinto, com esse kimono fininho de renda por cima. Meia-calça fina e coturno foram os complementos. Mesmo sendo uma produção mais básica e sem nada visualmente impactante, me senti tão bem com essa roupa, tão "eu", já repeti ela igualzinha assim várias vezes hahah










Vestido: Oasáp | Kimono: She In | Coturno: Vilela Boots


Uma pena as fotos não terem ficado tão legais, tirei super apressada porque tinha de sair e tava esse sol terrível... eu no sol fico parecendo um fantasma, então não dá muito certo HAUHJAHUHUA 

O batom é o preto da Color Make que vocês já devem estar cansados de ver :p E o esmalte é o Ameixa da Avon. 

Bom, espero que vocês tenham gostado do outfit, não deixem de comentar :D 

Decoração Criativa para Casa


Falar de decoração não é muito simples: quem é que nunca ficou com a cabeça martelando para organizar e decorar um ambiente mas não tinha ideias? E o pior - ter ideias, mas não encontrar os artigos desejados ou encontrá-los apenas por preços muito além do orçamento. Por isso quando falamos sobre esse assunto, é necessário pensar em adaptações e exercitar bastante a criatividade pra alcançar um resultado final que nos agrade. 

Eu que moro com meus pais já quebro a cabeça só tentando decorar meu quarto, deixá-lo mais aconchegante e claro, com mais a minha cara. É ótimo quando o nosso canto ou o a nossa casa reflete um pouco da nossa personalidade, dos nossos gostos pessoais. Por isso temos que ter em mente a ideia final que planejamos transmitir quando decoramos um ambiente, para assim pensar nos itens necessários para que essa ideia seja transmitida - e aí entra muito DIY e adaptação também, claro. 

Alguns objetos simples como canecas, por exemplo, podem ajudar na decoração como porta-objetos e são baratinhos - e tem para todos os gostos, afinal. Pôsters, quadros, molduras, papéis de parede e almofadas também são itens mais acessíveis e que ajudam a deixar o ambiente com a nossa cara.

Separei algumas imagens de decoração inspiradoras, conjuntos bonitos, objetos legais e ambientes que transmitem a personalidade de quem os decorou. 












Eu gosto muito de ambientes mais minimalistas (apesar de adorar um monte de entulhos legais juntos, também) e principalmente em preto e branco. Crânios, plantas, almofadas e canecas (servindo como porta-coisas) também me agradam muito - mas isso é questão de gosto. Primeiro é necessário definir que tipo de decoração mais te agrada, do tipo minimalista, rústica, moderna, vitoriana... mas é fato que casas com decoração criativa sempre encantam aos olhos. 

Para quem está buscando dar uma nova cara ao quarto ou a casa, alguns posts sobre decoração que já rolaram aqui no blog: 


E vocês, que tipo de decoração curtem?